segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

experiências

Como eu não tinha nada para fazer esta tarde, deu-me para andar a mudar aqui o aspecto do blog. Experimenta ali, agora aqui... E a net foi-se! Por umas horas valentes. E eu fiquei sem saber como tinha ficado isto. Até que o Jack me liga e, prioridades, "vê o meu blog que blá, blá, blá, e eu não sei como é que aquilo está!".
 
Pois que ficou tal como está agora. E não me apetece mudar hoje, porque estou com uma neura fenomenal que já quase não me aturo.
 
O mais certo é voltar para o ano. E, espero não me enganar, mas 2013 vai ser um ano de mudanças!

Encontramo-nos algures por aí, em 2013.
 
Adeus 2012. Já eras.


 
 

domingo, 30 de dezembro de 2012

então, agridoce, o que fizeste hoje?

Nada.

Dei cabo dos episódios que estão online da série 2 de Revenge. Quero mais!

A tese?! A orientadora ontem disse-me que o domingo é dia de descanso. E hoje ligou para se certificar que eu não estava a panicar.

Não me lembrava de ter um dia assim... Agora estou com a neura de quem não saiu de casa, mas devia ter saído.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

coisas da tese #7

Hoje foi o dia que escolhi para o verdadeiro ataque de pânico à conta da tese.

Depois de uma tarde de merda, nada como abrir o email e dar conta que não têm os dados que preciso para 2 anos...

E eu penso: mas se têm para 2011 e 2010, como é possível não terem para os outros?! Se têm as putas das contas como é possível não terem a merda dos anos anteriores?

De cabeça: 77 x 2 = 154 observações, metade das 308 que preciso...

Ora, foda-se.



coisas da tese #6


Stressadinha e à beira de uma ataque de nervos.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

oi? blog admirável? estás doido...

Diz o Pestinha que este blog é admirável. Eu acho que ele não está bom, mas pronto...



Parece que é suposto responder a estas duas perguntas:
 
Quem é que mais admiras e porquê?

Eu poderia escrever que as pessoas que mais admiro são os meus pais, porque tiveram um filha fantástica! ;)

Admiro todas as pessoas que têm coragem de dar um murro na mesa, para irem à procura da felicidade. Admiro que tem a coragem de sair de uma suposta zona de conforto, que não é conforto nenhum.

 
Porque é que decidiste criar o blogue? Sentes que mudaste desde então?

Era suposto ser um sítio para bater com a cabeça na parede, numa altura de mudanças na minha vida.

Claro que sim. Voltei a ser eu... Simplesmente.


Uma vez que te foi oferecido, tens de passá-lo a quatro blogues que aches admiráveis - não pode ser simplesmente levado.

Eu sou do contra e, como tal, passo esta à frente!

cheesecake*

"Desta vez o cheesecake correu bem! Fui eu que bati as natas!", by L.

Horas depois.

Natas, natas de soja para aqui, natas de soja para ali...

"As natas do cheesecake são de origem animal.", by V.

...
...
...
...
...

* pode ler-se: a mente dos meus amigos é pior do que a minha. ou não.

domingo, 16 de dezembro de 2012

Custou. Quase puxado a ferros. Cheguei a oferecer pancada a toda a gente, porque ninguém se entendia. Ou estava sol, ou chovia, ou o gato que está doente... Ou nesse dia não dá, no outro só se for jantar, ai nesse não que vai doer-me a cabeça. Não foi fácil.
 
Provamos uns aos outros que temos dotes culinários! Como me disse o J.: "Já podes casar, sabes cozinhar!" Gargalhada, claro! :D
 
Gargalhadas, conversas sérias, conversas menos sérias. Amizade. Muitas frases com duplo sentido. Muitos olhares seguidos de gargalhada! Muitas dessas frases escritas num telemóvel, para a eternidade.
 
E, no fim, a certeza que aquelas amizades são para a vida. Juntos há dois anos, mas a parecer que já passou muito mais.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

momento perfeito

Não há momentos perfeitos. É ficção. Não existem.


E, às vezes, mais vale arriscar...

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

se é para acabar a 21 de dezembro...

... alguém pode ter a gentileza de me informar, assim já, neste preciso momento?

É que páro já de escrever a tese. Era só isto.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

eu #5

Como já deve ter dado para reparar, eu sou muito mais emotiva do que racional. Quando os sentimentos e emoções estão à flor da pele, sou de explosão fácil. Digo as coisas sem pensar e isso já me trouxe alguns dissabores.

Admiro muito o agridoce júnior 1 por em momentos de tensão e conflito ele conseguir ser racional, naquele preciso momento. Por ele conseguir ver as coisas com calma. Por ele, mais novo do que eu, chamar-me à terra e dizer "Calma!".

Porque faz parte da vida, fui aprendendo a controlar esta minha forma de agir. Confesso que, às vezes, não é nada fácil, mas consigo contar até 10 (bem, talvez 100) antes de abrir a boca e as coisas saem menos mal, pois enquanto conto, a cabeça controla o coração. Assim como também já consigo (não) responder a emails e guardá-los nos rascunhos... Mails do género "Vai à merda" ou pior. Ignorar, tentar não dar importância a quem não a tem.

Depois há as outras alturas em que quero dizer as coisas, mas não sei muito bem como, porque ou não encontro as palavras certas, ou quero dizê-las de forma bem clara, ou simplesmente não as digo com medo... medo da reacção de quem as vai ouvir.

Isto tudo para dizer que ando num dilema interior. Não sei se diga, não sei se quero dizer, não sei se quer ouvir, não sei se quero admitir, não sei se o melhor é... partir a louça toda de uma vez por todas!


domingo, 2 de dezembro de 2012

eu #4

Até ao dia em que me passe da puta da cabeça e parta a louça toda.

eu #3

A razão diz-me uma coisa... O coração outra.

O que sei é que, para já, parece que o coração quer levar vantagem. Mesmo quando a razão parece saber que esse poderá não ser o melhor caminho.


(escrito em agosto de 2012 e guardado nos rascunhos)
 

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

God!!!

Recebi esta sms:

"Acabei de fazer sinais de luzes a uma fulana que não conheço a pensar que eras tu. Lol :)"

Resposta:

"Há mais "carros x" cá além do do padre..."

Parece que o padre encontrou concorrência!

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

coisas da tese #5

Escrever a tese é uma canseira...

Agora, sim: eu vou acabar isto até fevereiro de 2013. Tenho a certeza. Mesmo que amanhã comece a panicar outra vez!

domingo, 25 de novembro de 2012

Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra Mulheres

Hoje.

Incrível como este ano já morreram mais de 30 mulheres.

Está no ar uma campanha do Governo e a da APAV também.

Acho que não preciso de escrever o que quer que seja...


sábado, 24 de novembro de 2012

jack #7

Não sendo novidade, é só para lembrar...

coisas da tese #4

Há plano de ataque, há datas definidas para isto, para aquilo... Há metas a atingir.

Há reuniões com a orientadora que duram horas. É nesses momentos que começo a "panicar" e sai-me "eu não consigo acabar isto até fevereiro". Ela diz para eu ter calma, que sim, que consigo. Depois de verbalizar o " eu não consigo", esta frase fica a martelar-me na cabeça, repetidamente.

A parte empírica da coisa deixa-me assim. Mas eu sei que vou entregar a tese na data definida. Por dois motivos: porque não posso pagar mais propinas e porque eu não gosto de falhar. Principalmente por este.

Agora vou ali ler umas cenas...

terça-feira, 20 de novembro de 2012

jack #6

Eu vou provocando, atirando umas bocas, quase que como atirando o barro à parede, para ver qual a reacção dele.

Sabes, jack, no meio da palhaçada, a promessa ficou feita. Um dia, em breve, eu cumpro.

vontade de trabalhar

É contrária à vontade que sinto de dormir... Tentada a pôr a cabeça em cima da secretária.

E dormi umas 8 horas. Se calhar é disso. Ando a dormir muito.

domingo, 18 de novembro de 2012

em jeito de comentário que fiz num post sobre divórcio

É parecido com fazer o luto, mas a pessoa está viva. É o luto da relação. É arrumar tudo na cabeça, nas devidas gavetas e olhar para a frente.
É arrumar a vida em caixotes. É virar a página.
Chorar o dinheiro gasto no casamento? Não. Porque um dia aquilo tudo fez sentido na vida.
O vestido? As fotos? As prendas? Ficam dentro do caixote.
Os planos a dois? Desaparecem!
O "foi melhor assim" e a "vida continua" são mesmo verdade.
O mudar o relacionamento no facebook? Fácil: não é preciso ter lá se és casada, se estás numa relação, whatever.
A família? Não se perde tempo a falar de quem já não está.

Porque há um dia na vida em que acordas e percebes, definitivamente, que aquela foi a melhor opção que poderias ter tomado.

coisas da tese #3

É verdade que estive um ano a pagar propinas e não mexi uma palha. Melhor, não escrevi uma linha.

E agora quero mesmo terminar isto até fevereiro (de 2013, entenda-se). O tempo parece curto para as coisas que tenho para fazer.

Há uma coisa que eu decidi desde início (o início é para aí outubro): a tese não me vai impedir de ir ao cinema, a concertos, de estar com amigos e de quem se gosta, de fazer o que me apeteça, mesmo que isso seja olhar para o tecto.

Basta eu ser organizada. Há tempo para tudo. Tem de haver, a bem da minha sanidade mental.

sábado, 17 de novembro de 2012

pets

Depois de muitos anos cá em casa, de cirurgias aos intestinos, de alimentação própria para cães com a sua doença, de uma infecção urinária, de se ter descoberto na quarta-feira que afinal era um tumor, de ter voltado a casa na 5.ª após mais uma operação, de dois dias sem comer...

... hoje o A. foi para o veterinário e não voltou.

Hoje ficamos mais pobres e vazios. Até o P., companheiro de canil, estranha.

coisas da tese #2

Não fosse o corretor ortográfico e a minha tese não seria escrita em conformidade com o acordo...

(De vez em quando distraio-me e saem coisas daquelas... Corretor? E fatura? Ou ativo?)

coisas da tese #1

A nossa legislação é muito repetitiva. Estou com a sensação que, ao saltar de diploma em diploma, estou sempre a ler a mesma coisa.

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

mês e meio

Já deram conta que estamos a mês e meio do ano terminar?

Eu já. E porquê?

Três gajas a tentar combinar um almoço, cujo requisito é que se realize ao fim de semana. Conclusão?! Até ao fim do ano não há fim de semana algum que dê para as três.

Isso e quando me perguntaram "Espero por ti para fazer a árvore de natal?". Duas gajas, ao telefone, cada uma a olhar para o calendário e agridoce diz "mas só já faltam 2 fins de semana para dezembro...". Claro que esperas por mim para fazer a árvore de natal! Não sei se sabes mas essa tradição foi instituída em 2011. E não a podemos quebrar!

Este ano voou ou é impressão minha?!

Em 2013, fazemos a puta da árvore em novembro... ;)
(Ou, um dia ardemos no inferno!)

terça-feira, 13 de novembro de 2012

a saga continua

Sms desta manhã:

"acho que quase ía fazendo sinais de luzes ao padre :) lol"

A saga continua. E ainda bem que já estão todos avisados!

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

jack #5

 
 
Há um ano era sábado. O dia foi cheio de sol e calor. Calor a mais para novembro. A noite estava agradável, mesmo a convidar para uma esplanada, para conversa, atrás de conversa. E a conversa foi tão boa que duas pessoas nem deram conta que estavam sozinhas, que eram os únicos e últimos clientes. Que estavam à espera que saíssem. A noite voou. Tal como voou este ano que passou.
 
Jack, estás à espera de quê?!

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

e se

Um dia eu perder a cabeça e disser tudo o quero? E se nesse dia eu não controlar as palavras e acabar por dizer o que não queremos ouvir, mas que sabemos que é a mais pura das verdades?

E se eu arriscasse, como ficariam as coisas?

E se eu corresse o risco?

É mais ou menos isto...


terça-feira, 6 de novembro de 2012

:o


"A million stars up in the sky
Now can you tell me which one am I?
I never felt like this before
And my heart keeps wanting more
Then let’s not hide it, I won’t hide it anymore
Who knows what life is for?"

terça-feira, 30 de outubro de 2012

jack #4

Liga-me e digo-lhe que estou de volta da tese. Ele pede desculpa por interromper.

Parece que não sabe que me distraio sozinha com facilidade...

tese

Há uns tempos (talvez um ano, tendo em conta que esta coisa já devia estar pronta...) escrevi, aqui no blog, que escrever a tese é um trabalho solitário.
 
Eu tenho é saudades das aulas! Leia-se: dos cafés, das conversas, dos almoços. Da partilha de receitas em algumas aulas menos interessantes. Das longas terapias à mesa do bar. Ou da esplanada do bar da faculdade. Dos esquemas que arranjavamos para adiar entregas de trabalhos e datas de exames. Do convívio!!
 
A semana passada, em tom de brincadeira, disse à V., à frente da nossa orientadora, "o que é que eu vou fazer depois da tese?". A orientadora respondeu "doutoramento!"
 
Não. Por enquanto. Se esta tese está (quase) a ser puxada a ferros.

sábado, 27 de outubro de 2012

jack #3


Adormecer ao som da tua voz...

Acordar com o teu bom dia...

Cair nos teus braços...

...

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

t-e-s-e

Devagar, devagarinho...

Isto de chegar a casa depois de um dia de trabalho e ter cabeça para ler e escrever não é nada fácil...

Mas, ou eu não me chame agridoce, a tese sai até fevereiro. Não quero gastar mais dinheiro em propinas.

este fim de semana muda a hora

Daqui a uns dias quando sair do trabalhó é noite escura.

Mas domingo vou dormir mais ums hora! E isso é que é importante!

Eu sei: em março roubam-ma!

domingo, 21 de outubro de 2012

mix de sentimentos

Estes dias cinzentos de outono têm um efeito de preguiça em mim.

Tenho abertos ficheiros de teses e artigos, mais artigos e livros à minha frente, em papel, e parece-me que não consigo encontrar o fio condutor. Hoje sinto-me perdida. Hoje a produtividade para a tese está pelas ruas da amargura.

Ontem, jantar com colegas de curso. Alguns não via desde que acabámos o curso. Continuamos iguais, em todos os sentidos: fisicamente não estamos assim tão diferentes, rimo-nos com coisas parvas, mandamos o mesmo tipo de piadas uns aos outros... Somos nós, apenas uns anitos mais velhos.
 
O Convívio também não mudou nada! Igual: as mesmas mesas, as mesmas cadeiras, os azulejos. Que nostalgia. :)
 
Apenas uma diferença, registada por um dos meus colegas, durante o jantar: " se isto fosse há 15 anos, já estavamos todos bebedos!". Pois... Há 15 anos, ninguém ía pegar no carro a seguir ao jantar, para fazer umas dezenas de quilómetros!!
 
E a falta que me faz aquele abraço?
 
Olho lá para fora e já é noite. No próximo fim de semana, a hora muda: dias ainda mais pequenos...
 
 



quinta-feira, 11 de outubro de 2012

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

há um ano...

... resolvi enviar um email a esta menina, por me ter identificado bastante com ela.

Não, ainda não tivemos oportunidade de nos conhecermos pessoalmente. Mas já trocámos muitos emails, já percebemos algumas peças do puzzle da vida de cada uma de nós. Às vezes só umas pequenas legendas, só para confirmarem aquilo que uma desconfiava em relação à outra. ;) :D

Já viste, Geri, passou um ano!!! Bolas, temos mesmo de marcar um face to face. :)

terça-feira, 2 de outubro de 2012

eu, a pessoa mais calma do mundo*

No meio de uma conversa com o Jack, diz-me ele: "Tens de ter calma!".
 
Resposta à agridoce: "Mais calma? Eu ando a ter calma há mais de um ano." Ando. Só que há dias que parece que o raio do nó não desata. E enquanto o nó não desata, uma parte da minha vida também não...
 
E lembrei-me de ter visto esta imagem...

 
* dar um certo tom irónico ao ler isto...

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

...

E quando depois de um beijo te metes no teu carro, vais à tua vida, mas só te apetece voltar atrás e dizer: "Não vás! Fica comigo!"...

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

facto

O que deves pensar não é "Mas como é que eu casei com aquele gajo?", mas sim "Ainda bem que assinei os papéis do divórcio!"

Autoria da melhor amiga

terça-feira, 18 de setembro de 2012

disto dos blogs

Há uns anos, acompanhava um certo blog. De repente, a dona deixou de postar. E mesmo não a conhecendo, mas porque fui trocando uns comentários com ela, fiquei assim com um estranho sentimento de, sei lá, vazio?

Agora, outro blogger também deixou de dar notícias e nem comenta noutros blogs.

Ó gajo, dá notícias. Eu pago-te pasteis de nata de cada vez que aqui passares, se for preciso.

carro da agridoce vs carro do padre cá da terriola

É preciso ter sorte!!
O carro do padre é igual ao meu. A matrícula do dele é, suponham, 00-00-ZZ. A minha é 00-07-ZZ.

O meu pai já disse adeus ao padre e ficou ofendido por eu não lhe ter dito adeus. Pois, era o padre, não era eu! Um amigo meu ficou muito espantando por ver o padre a ir para o ginásio. Uma amiga minha já me ligou (no gozo!) a perguntar por que é que o meu carro estava estacionado à porta dela. Admira-me que ainda ninguém me tenha dito que agora vou à missa todos os domingos. Ou por que é que estaciono o carro no lugar que diz padre. Um dia destes, experimento. Só naquela para ver se a GNR está atenta!

Para além da matrícula, o carro do padre é um bocadinho mais escuro do que o meu e não lhe faltam 4 tampões! Tem jantes de liga leve. Isto salta aos olhos de qualquer mortal!!!

Hoje ao sair do carro, vejo um senhor cá da terra muito espantado a olhar para o raio do carro. Vira-se para mim e:

"Ó agridoce, comprou o carro ao padre?!"



quinta-feira, 13 de setembro de 2012

acho que fui cravada

Depois do último post, aconteceu um certo telefonema... Parece-me que lá pelo meio me convocaram para, no próximo sábado de manhã, tomar conta de uma criança de 2 meses.

Querem ver que ainda vou descobrir alguma vocação escondida?!

G.

Voluntariei-me para tomar conta do pirralho. Hoje, entre as 18 e as 19h, ou a coisa corre bem ou a terriola vem abaixo!!
 
agridoce mãe perguntou se arranjei um part time! Nunca se sabe!!
 

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

eu #4

Continuo a ouvir cenas destas:

"Bolas, já tinha saudades desta agridoce!"

"Finalmente, temos a agridoce de volta!"

"Quem te viu e quem te vê!".

"Esta é a agridoce que eu sempre conheci!"

Reconheço que passei uns anos da minha vida assim um bocado para o contida...

terça-feira, 11 de setembro de 2012

já te ligo!

Admito: a paciência não é o meu forte!

Depois de um "já te ligo", que teimava em não acontecer, tratei de pôr isto num email (o negrito é da minha autoria):


"Na Infopedia:
 

 
advérbio

1. neste instante, imediatamente, agora mesmo, sem demora
 

2. antes, anteriormente, nesse tempo
 

3. antecipadamente, de antemão, previamente
 

4. naquele momento, naquela ocasião, nessa ocasião
 

5. neste momento, nesta ocasião, agora."

E como o destino é do caraças, estava eu quase a carregar no enviar e o telemóvel começou a tocar.

Se guardei o mail para outro "já te ligo"? Claro que não!!!

crente, eu!

Parace que hoje vão ser anunciadas mais medidas de austeridade...

É hoje que vão anunciar que vão começar a atacar do lado da despesa.

Ou virá mais uma machadada?!

domingo, 9 de setembro de 2012

domingo

Podia ser um domingo como outro qualquer... Levantar tarde, desafiar alguém e praia. Tentar não pensar nos 18% de segurança social, no efeito "bola de neve"... and so on.
 
Mas não... Hoje levantei-me e saí de casa para ir ao funeral do pai de uma amiga dos tempos da escola. E dei por mim, sentada lá na igreja, a pensar no quão frágeis somos. No nada que somos, mas que achamos que sim. No difícil que terá sido para ela estar ali sozinha com a mãe. No bom que é ter dois irmãos, porque um dia também nós iremos passar por isto. Espero que seja daqui a muitos anos. Dar por mim a pensar que o pai dela só tinha mais 4 anos que o meu e que a puta da doença o levou em 6 meses.
 
E na correria dos dias, acabamos sempre por esquecer que, de facto, somos nada neste universo.
 
 

terça-feira, 4 de setembro de 2012

jack #2

E o jeito que dá o Jack ter o mesmo nome que o agridoce júnior 1?!
 
Hoje chamei "Jack" ao agridoce júnior 2 e ele nem se queixou! Normal!
 
O que ele não sabe é que não estava a pensar no irmão dele, mas no outro Jack. E foi por causa destas confusões, de às vezes ficarem a olhar para mim e "mas o teu irmão?!" que surgiu o nickname! Isso e por causa de outras bocas!! :D

sábado, 1 de setembro de 2012

coisas parvas

Esta semana lembrei-me disto...

Quando andava na universidade, deslocava-me de comboio. Tinha a ideia estúpida que tinha de ir sempre na última carruagem. Porquê? Porque se alguém se enganasse e houvesse um choque entre comboios, a primeira carruagem era a primeira a levar...

Claro que havia sempre a hipótese de um descarrilamento. E na minha cabeça, o filme fazia-se com a última carruagem a ser a primeira a descarrilar...

Entre o choque frontal e o descarrilamento, optava pelo descarrilamento... Já naquela altura eu não jogava com o baralho todo. Nada de novo, portanto!

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

este post é uma provocação para o Confuskos!

Hoje cheguei a casa e encontrei isto:


Sabes de onde são, Confuskos?! ;)

Vamos lá ver se, depois disto, dás notícias!

terça-feira, 28 de agosto de 2012

o gajo deu cabo de mim... #2

G., 6 meses, aflito das gengivas...

Às vezes lembra-se de nos dar umas valentes queixadas. A mãe ficou contente porque, finalmente, mais alguém ficava com negras! E ficou provado que é mesmo verdade. O puto tem força...

gémeos

Dizem que as pessoas do signo gémeos têm dupla personalidade...

Pois que eu tenho, pelo menos, três: sou a agridoce e a S. E lá pelo meio ainda sou outra S. E já pensei que, mais cedo ou mais tarde, terei uma crise existencial!

Não perceberam? Não faz mal. Eu sei que alguém perceberá o que eu quero dizer!

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

sabes que és despistada quando...

Olhas para a mão direita e dás pela falta do anel que usas diariamente.

Todos os dias é isto. Tenho-o desde dezembro e, não sei como, ainda não o perdi. Sobreviveu ao Alive, até.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

o gajo deu cabo de mim...

Apresento-vos o meu ombro esquerdo...


Estão a ver a nódoa negra? Está pior agora.
O cinto do carro a bater ali? Uma dorzinha...

Eu posso ter ficado com uma negra, mas ele gostou!!

Alguma ideia desse lado? ;)

Do assunto do dia

Está tudo preocupado porque aquele grupo que tem descontos de janeiro a janeiro quer reduzir custos...

Qual é o objectivo de qualquer empresa? Maximizar o lucro. Será assim uma coisa tão rídicula, querer reduzir custos? Não será o que todos tentamos fazer: onde é que podemos cortar? Não, não acho rídiculo.

E a conversa da Holanda não é para aqui chamada. Nada de ilegal, nada que muitas outras (não vou dizer todas porque agora não tenho a certeza e não me apetece ir confirmar) do PSI 20 também não tenham feito.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

recado

Querido Jack:

Beijo*meigo e doce!

agridoce

eu tenho medo de mim...

Há um ano por esta altura, nuns dias loucos, mesmo muito loucos, que meteram um jantar de verão que acabou às dez da manhã, eu, em modo muito ressabiado, fodida com a vida e com um mau feitio daqueles, disse que a uma certa pessoa deveriam acontecer duas coisas...

Dias depois, envio uma sms a dizer que uma das coisas já tinha acontecido. A resposta foi "Foda-se... Ai se a outra tb acontece..." A propósito da praga n.º 2, avisaram-me para ter cuidado que podia virar-se contra mim! Pois que não virou! ;)

Há umas semanas, também em modo muito mau feitio, disse a alguém que esperava que uma determinada viagem corresse mal, assim com carros avariados, quatro pneus furados... Soube mais tarde que, debaixo de um calor brutal, o ar condicionado avariou.

Estou farta de rogar pragas, mas não há maneira de os senhores do euromilhões acertarem nos meus números!



esqueçam lá a pausa no blog!

Mesmo que eu esteja ressabiada com a vida, o certo é que ela vai acontecendo e lá me vou lembrando de coisas para partilhar.

Estamos mais ou menos em modo pausa.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

homens

Da saga "os homens são todos iguais", nas últimas semanas admiti que os agridoces júniores não são diferentes.

São todos farinha do mesmo saco, incluindo agridoce júnior 1 e agridoce júnior 2! Não é por serem meus irmãos que são diferentes.

Falhei como irmã? Claro que não!!! Não somos apenas fruto da educação que a nossa família nos deu.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

pausa

Porque preciso de parar e pensar na minha vida, porque ando sem inspiração, porque me apetece... porque não sei muito bem... O blog vai ficar em modo pause durante uns dias. Assim, enquanto me apetecer. Até me pode apetecer já amanhã. Não sei...

Basicamente, estou em modo fodida com a vida... Ou, então, estou em modo António Variações (versão Humanos, pronto!)




quinta-feira, 2 de agosto de 2012

agridoce e o carro

A saga continua...

Pois que o motor do meu carro precisa de ser reparado. Se tudo correr bem, mil euritos chegam.

...
...
...
...
...
...

"Podes andar com o carro assim, porque, tirando isto o motor está bom. Tens é de andar sempre a controlar o nível de óleo. Ah! E se calhar aquilo do turbo já foi disto."

Está-se mesmo a ver qual foi a solução escolhida.

Sim, as reticências são as asneiras todas que disse mentalmente. Ainda perguntei ao mecânico se me arranjava uma máquina para eu partir o carro, não que fosse resolver grande coisa.  Aliviava o stress...

terça-feira, 31 de julho de 2012

domingo, 29 de julho de 2012

dos amigos e dos filhos dos amigos #4

A mini gaja é, simplesmente, linda. De me deixar sem palavras a olhar para ela, só a contemplar! Tê-la ao colo e ela enrolar-se toda... Ouvi-la a chorar e ficar sem saber o que fazer. Receber as fotografias por email e ficar babada! Esta miúda contará sempre comigo, aconteça o que acontecer.

Olhar para a gaja e dizer que este era um cenário que eu não tinha imaginado que acontecesse tão depressa. Mas a vida tem-nos feito isso: trocado as voltas!!

Ter pena de não estarmos mais perto, para a poder ver mais vezes. Mas ter a certeza que o longe se faz perto! E isso nunca foi problema!!

sossego

Estamos sem pais em casa.

Os horários estão ainda mais flexíveis.

sábado, 28 de julho de 2012

controla-te, agridoce!

Estou com uma vontade de dar um pontapé ao meu carro...

O cabrãozinho anda a comer muito óleo.

8 mil km, wtf?!

terça-feira, 24 de julho de 2012

sei que não estou boa da cabeça

Quando é quase meia-noite e estou a responder a um inquérito sobre activos intangíveis, só para a coordenadora do mestrado parar de nos chatear...

hoje virou uma página na vida dele

Depois de dias de suspense, depois de muitos insultos proferidos, eis que, pouco passava das nove da noite, ele recebe uma sms, que dizia qualquer coisa como a nota saiu, já está! Ainda bem que estavamos mesmo a acabar de proferir mais uma data de "mimos"...

Em segundos revivi o momento em que saiu a nota da cadeira que me faltava para acabar o curso.

Hoje, alegria, alívio por não ter que o ver a estudar para o exame de recurso (que por acaso é já na sexta de manhã). No que vem a seguir, pensamos mais tarde.

E como me disseram, sou uma mana babada!

Sim, sou! Gosto muito dos meus irmãos e não consigo sequer imaginar a minha vida sem eles. Hoje sou uma mana babada, que já viu os dois júniores a acabarem os respectivos cursos.

Os meus manos estão crescidos.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

sexta-feira, 20 de julho de 2012

amanhã

Vou, finalmente, ter a mini gaja nos meus braços!!!

:D :D :D

um ano

Já passou um ano, 12 meses.

Parece que passou uma eternidade, mas, afinal, foi só um ano. Tão rápido, mas ao mesmo tempo, tão lento.

E num ano, tantas voltas, tantas coisas, tantas surpresas!!

E a certeza: para muito melhor.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

e um fósforo agora?!

A única coisa que incendiava era mesmo esta montanha de papel à minha volta.

Nada de incêndios florestais... Já basta o que basta.

estatísticas #2

Afinal isto é uma aldeiazita, pelo que não deveria ficar assim tão surpreendida.

Sítios onde se lê o vida agridoce: Angola, Indonésia, Israel, Brasil, Rússia, Letónia, Alemanha, Reino Unido, Espanha, Alemanha, Ucrânia, EUA, Holanda...

Ah! E em Portugal... Onde quer que isso seja.

terça-feira, 17 de julho de 2012

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Alive

Valeu a pena! Mesmo!

Algumas das coisas que me passam pela cabeça agora:

Vi Noah and the Wale sozinha, porque não me atrevi a "furar" a multidão para chegar à beira da malta.

Snow Patrol: gostei.

Parece-me que os "velhinhos" The Cure chegaram às 3 da manhã menos cansados do que eu!

Nos Stone Roses cheguei a pensar que tinha saído de Portugal, porque à nossa volta era só ingleses.

Achei altamente o concerto de Paus! Muito, muito fixe!!

Vou ouvir mais Mumford & Sons. Revi The Kooks e foi altamente. Tive pena de não ver Mazzy Star, mas estava num lugar muito bom para ver Radiohead e não arrisquei sair dali.

Fiquei com pena de Florence and the Machine terem cancelado...

Levei uma t shirt do Cão Azul ontem. Eu de heineken na mão e um gajo com uma credencial "press" a perguntar se me podia tirar uma fotografia, precisamente por causa da t shirt... Fiquei tão embasbacada que nem lhe perguntei nada, só disse que sim. No fim de Radiohead, quem é que estava sentado à beira dos meus amigos? Ele. Entretanto já a M. tinha a sweat dela vestida (igual à minha t shirt). O gajo olha para nós, sorri e saca da máquina. E nós, mais uma vez, sem reacção para perguntar o que quer que fosse...

Se em 2013 o cartaz valer a pena, acho que estaremos lá!

o regresso

Depois de uns 20 minutos parados na A1 (camião on fire!), de um calor que não se podia... Eis que chegámos ao ponto de encontro. Ao sítio onde estava o meu carro desde sexta.

Grande festa: ainda está inteiro, tem 4 pneus, os vidros não estão partidos.

Está a sair do carro dos amigos, tirar as minhas tralhas e despedir-me deles.

Antes de eles seguirem viagem:
- É pá... Esperem aí, só para confirmar que tenho tudo ok com os 4 pneus, sempre ajudam se for preciso!

Leram com tom irónico, certo?

Guess what?!

Pneu traseiro do lado direito em baixo. Faço uma rápida avaliação da situação:

- Vão embora que isto não está assim tão mau e devo conseguir chegar ali à cena dos pneus.

E cheguei! Maldito prego!

Still Alive

Já fui e já voltei!!

Dizem que para o ano há mais...

sexta-feira, 13 de julho de 2012

um ano de blog

Era mais para bater com a cabeça na parede.
Mas acabou por não ser nada disso e ainda bem!

Aqui, o primeiro post!


p.s.: Boa sexta 13!! Qualquer coisa, já sabem: estou no Alive!!!

Este post está agendado há uma data de semanas... Não fosse eu esquecer-me com o entusiasmo!

vou ali e já volto!

A imagem está cortada, mas a culpa não é a minha...


Volto segunda-feira! Espero!

não esquecer!!

Não me posso esquecer dos bilhetes!

Não me posso esquecer dos bilhetes!

Não me posso esquecer dos bilhetes!

Não me posso esquecer dos bilhetes!

Não me posso esquecer dos bilhetes!

Bilhetes e máquina fotográfica estão juntinhos....

Não me posso esquecer da máquina!

Não me posso esquecer da máquina!

Não me posso esquecer da máquina!

Não me posso esquecer da máquina!

Era uma gaja morta!

13 de julho de 2012

Dia que a mini gaja escolheu para me ligar e para eu a ouvir a chorar do lado de lá.

Tinha ela 2 horas e tão precoce.

Às tantas quando eu voltar, já foi à lusófona...

quinta-feira, 12 de julho de 2012

quase, quase...

Amanhã rumo a Lisboa...

A mini gaja está por pontas... Tenho a certeza que só a irei conhecer na próxima semana.

E sim, estou ansiosa. E estou com eles, em pensamento. O que me alivia é saber que quando os for ver, irei a casa. E assim não tenho de partilhar 2 horas de visitas com uma multidão de gente!

Estou a tentar ver as coisas pelo lado positivo!

Mini gaja, mini gaja... Que ansiedade!!



meia-noite

É uma boa hora para arrumar o meu quarto...

Vontade zero! Confusão milhões!



terça-feira, 10 de julho de 2012

agora é a sério...

Vou trabalhar!!

carro sem chave

Pois que há carros que não têm chave. Funcionam com um cartão. E depois há, ainda, cartões que nos deixam fazer tudo, mesmo que estejam no bolso ou dentro da mala. O tudo inclui ligar/desligar a viatura e trancar/destrancar.

Quando queremos ligar/desligar o carro carregamos no botão que diz START/STOP. Certo?

E depois há pessoas que querem desligar o carro e carregam no botão ON/OFF... do rádio.

E carregam uma, duas e três vezes, sem perceber por que raio o carro não desliga...

Se fui eu?! Não... Foi uma amiga minha!!



ai queres festivais?!

Então, larga o blog e continua a trabalhar... E o facebook... E as sms...

Distraio-me tão facilmente...

o diabinho que está sentado no meu ombro...

... hoje fez das dele!

:D

p.s.: J., para que conste, ainda me estou a rir do que fiz!!

nunca mais...

... é sexta-feira!

Longa terça, longa quarta e longa quinta...

4 dias longe do trabalho! Ando a mil para terminar tudo o que é suposto ser enviado até 15/07, já que conto com menos um dia útil! E, sim, vou conseguir. Hoje fica tudo pronto!!

E se a mini gaja nascesse entretanto? Isso é que era!! Ainda fazia uma viagem louca pela A1 acima.

Agora, agridoce, vai lá dar no trabalho e larga o blog! Alguém tem de trabalhar para sustentar este país!!

Um dia lixo-me... Não me peças direitos de autor! :p

segunda-feira, 9 de julho de 2012

quinta-feira, 5 de julho de 2012

eu #4

Às vezes dá-me para ler posts antigos. Hoje foi este.

Sorriso na cara...

hoje reconciliei-me...

As primeiras coisas realmente boas... As que durante meses "escondi" das redes sociais.

Hoje, passado um ano, postei umas fotos de bons momentos, de bons concertos, de boa companhia!

E o fim de tudo isto acabou por marcar a viragem de mais uma página.

Já lá vai um ano. E o sentimento é um mix: já passou um ano, mas parece uma eternidade. Foi um ano cheio de muitas, mas mesmo muitas coisas! E tantas, mas tantas mudanças.

Resumindo, foi um ano bom!

quarta-feira, 4 de julho de 2012

...

"A pessoa certa é a que está ao seu lado nos momentos incertos." (Pablo Neruda)

Vi por aí e não sei é mesmo do Pablo Neruda. Nem é o que interessa agora... O que interessa é juntar isto com a sms que o Berryzinho recebeu hoje.

E com mais algumas coisas...


terça-feira, 3 de julho de 2012

eu e o nokiazinho

Eu, um pc, o telemóvel e um cabo usb...

Ía dando cabo do nokiazinho! Mas a puta da mensagem que não tinha espaço na memória c: já desapareceu!

Acho que foi só isso, a imagem do écran e os atalhos. As sms de 19/06 até hoje também foram...

Ufa!! MMS a salvo!! Thank God!!

Sorriso malandro...

;)

ai que a cachopa está a deixar-me ansiosa

Mini gaja:

Sabes, a tia agridoce (eu sei que este nome é estranho!) vai ao Alive (podes ficar descansada: o teu pai e o teu padrinho dizem que daqui a uns anos te levam aos festivais! Crentes!), e não dava jeito nenhum que tu aguentasses aí até às 41 semanas.

Não é por mim e por estar longe para caramba da maternidade onde irás nascer. É por todos os que estão hiper ansiosos por te ter no colo!

Faz um favor à tia: não me deixes dividida no Alive! Não me deixes de coração nas mãos, quando eu estiver em Algés. Deixa-me de coração nas mãos enquanto eu ainda estou aqui pelo centro do país. Obriga-me a ir aí... Que tal este fim de semana?!  

Sim, estou ansiosa para te conhecer e para cumprir tudo o que disse à tua mãe há uns meses atrás, num dia emocionalmente louco, em que respondi a um email com um ano.

Btw, diz, também, à tua mãe que a C. não me voltou a pedir para mudar a fralda ao G. Por isso, a minha experiência continua quase nula! Nada de ter esperança.

Anisosamente à tua espera.

p.s.: não se nota nadinha... Gaja, se leres isto, sim, podes bater-me! Meter nojo desta maneira é indecente!

segunda-feira, 2 de julho de 2012

a utilidade das conferências do mestrado

Sábado, 30 de junho de 2012, 17h30m, algures numa faculdade de economia deste país...

O orador falava, falava e nós íamos ouvindo.

Às tantas, a V., sentada ao meu lado, arranca uma folha do caderno... Era o início de uma conversa por escrito para não incomodar quem estava à nossa volta. Sim, tipo miúdas da secundária!

E escreve isto:
"Para mim, a ruptura acontece quando a dor da presença é maior do que a dor da ausência..."

Resposta: "Hoje a ausência está a ser insuportável..."

E hoje, segunda-feira, continua tudo a bater certo. Dói muito mais não estar com ele do que estar. Quando estamos juntos é como se lá fora não houvesse ninguém, o mundo somos nós. Quando estamos juntos, esquecemos o ruído que há à volta desta relação.

E quando não estamos juntos temos que nos focar naquilo que realmente queremos para nós. No que eu quero para mim e para esta nossa relação. No que ele quer para ele e para esta nossa relação.

Conversa racional também eu a tenho... Mas não é essa que quero!

sexta-feira, 29 de junho de 2012

segunda-feira, 25 de junho de 2012

já passou...

... pronto!

Já estou mais calma.

deixem-me trabalhar em paz!!

Puta que pariu a merda das aplicações daqueles gajos.

Tinha tudo ok! Ah, afinal não! Com esta versão dá mais erros.

Foda-se. Esta merda é erros atrás de erros, versão após versão.

Será que aqueles cabrões não conseguem fazer o trabalho deles como deve ser e eu (e mais uns milhares) tenho sempre este stress quando é para enviar uma merda de uma declaração?

Graças ao meu trabalho, pinga todos os meses dinheiro na vossa conta. E nem uma merda de uma aplicação disponibilizam a tempo e horas?! Todos para o raio que vos parta.

Já agora... Podem entrar em manutenção no Portal?! Assim fica o ramalhete completo.



p.s.: sim, passei-me.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

vida complicada

Conheço 4 pessoas que olham para isto e ficam desesperadas...


Comentários:
- Não consigo estar em dois palcos ao mesmo tempo!!!
- Lá se vai Mazzy Star, que tenho de ver bem Radiohead e assegurar lugar!
- Lisa Hannigan é mesmo a uma hora fixe!!
- A noite de sábado vai ser longa!
- A malta vai aguentar!
- Andar a correr de palco em palco é como estar sempre a mudar a estação de rádio!
- Não se ouve uma merda, não é?

É isto... Na vida há que estabelecer prioridades. No Alive, também!

'tá quase...

hoje, 19:45

No domingo a coisa correu bem.

Ficou logo combinado: quinta, à mesma hora, no mesmo sítio.

Não quero depressão nacional amanhã!!

terça-feira, 19 de junho de 2012

agridoce sem jeito

Hoje deixaram-me sem jeito, assim para o envergonhada...

A minha orientadora esteve fora a dar aulas. Hoje encontrámo-nos, essencialmente, para pôr a conversa em dia.

Porque nestes meses tratei de uns assuntos dela, ouço agora um tic tac aqui no quarto...

...

E depois ainda ouço isto: "não escreveste uma única linha nestes meses e ela dá-te um swatch?"

Pois, parece que sim. Nunca a enganei... É que fiquei mesmo sem jeito. Não estava à espera!

que alguém fique a trabalhar para sustentar o país que eu...

... vou ali ter a certeza que o quistinho já era!

E depois vou encontrar-me com a minha orientadora... 4 meses depois, olhos nos olhos. Dizer o que ela já sabe. E definir um plano de ataque!!

:p

J.

Faço minhas estas palavras...

segunda-feira, 18 de junho de 2012

eu # 2

Faz uns longos meses que não parto a louça toda...

Just in case: se vieres a perguntar se é uma ameça ou uma promessa, não vou responder. Porque ontem respondi "é uma promessa" e como o sono era tanto, já não sei o que prometi... Mas há qualquer coisa que me diz que tinha a ver com a louça.

eu

Às vezes, páro, olho para o calendário e a puta da memória traz-me cada coisa...

Há um ano, a minha vida estava num nó gigante, já tinha partido parte da louça e estava prestes a partir o resto... e fui enfiar-me no casamento de uma amiga.

Há um ano, fui suficientemente _______________ (ainda estou à procura do adjectivo) para isto...

Às vezes páro e penso que, decididamente, só posso ser doida!

domingo, 17 de junho de 2012

dos amigos e dos filhos dos amigos #3

Sexta à noite, agridoce descansadinha da vida com o puto mais lindo cá da terra e arredores ao colo.

Quando dá conta, está a mudar a fralda ao puto, com orientações da mãe.

agridoce só perguntou: "olha lá, em que livro é que aprendeste a fazer isto?"

Gaja, por este andar, quando a mini gaja nascer já domino a cena!!

sexta-feira, 15 de junho de 2012

das pessoas

Algumas coisas que me passam pela cabeça quando leio um certo blog (ordem completamente aleatória) e respectivos comentários:

- Neste país tem tudo baixa auto-estima ou nenhuma?
- Há muitos santos e poucos pecadores...
- O pessoal está sempre pronto a atirar pedras.
- Opinar sobre a vida dos outros, só por meia dúzia de linhas, é tão fácil.
- Tanto preconceito.
- Isto podia ter sido eu a escrever.
- Tão verdade! Já senti o mesmo.
- Ganda maluco, aquele gajo que comentou!
- Afinal, ainda há pessoal que leva a vida na descontração.
- Há pessoal que quando comenta devia ler em voz alta o que escreve para se ouvir. Só pode.

Pronto! Era isto...

quinta-feira, 14 de junho de 2012

homens #2

Ao telefone, com quem está do lado de lá  a olhar para a televisão:

"Ao menos que pusessem umas gajas a mostrar as mamas!", a propósito de um anúncio.

Todos iguais. Todos com a mesma tara ou fetiche com as mamas.

Gajos, já que se ofereceram, expliquem-me!  A valer 3 natas: uma para cada um de vocês e a outra para mim, claro!!

quarta-feira, 13 de junho de 2012

hoje, 17h

Quem, mas quem é que se lembrou de marcar uma cena profissional para esta hora?!

Eu...

Azar que não foi com um gajo, porque se fosse tinha dito logo " Ah e tal, mas a essa hora é o jogo..."
Lá se vai a selecção.

dos amigos e dos filhos dos amigos #2

A.:
A tua gravidez não foi nada fácil...
Primeiro ainda ouvi dizer que devia ser um problema qualquer de uma hérnia... Definição estranha para gravidez. (Correcção: úlcera, não era hérnia!)
A tua mãe passou nove meses com a sua melhor amiga da altura, sempre com enjoos, até ao fim. Foi internada não sei quantas vezes, uma delas em isolamento com cenas dignas de filmes de terror (fiquei a saber que há termómetros que funcionam apontando-os para a testa do doente).

Pelo meio foste a umas aulas chatas para caramba, em que os colegas da tua mãe quase faziam apostas, numa tentativa de adivinhar o próximo internamento. Mas foi difícil superar aquela coisa que ela inventou, que a meteu isolada do mundo, num qualquer hospital!

Explica-me, míuda... Como é que é possível já ter passado um ano? Assim não dá!

Espero bem que logo estejas bem disposta e animada! Já agora, lembra a tua mãe que tem de haver champomi!!! ;) :D Não te preocupes que ela percebe!!

Beijo grande de parabéns!!

p.s.: Espero bem que não me aconteça nada daqui até tua casa. Com quem é que depois a tua mãe toma cafés ao fim do dia de trabalho?!



terça-feira, 12 de junho de 2012

homens

Quando ficam doentes...

Todos iguais, Geri!

:D :D

dos amigos e dos filhos dos amigos

Nos últimos tempos, à minha volta é só grávidas e crianças a nascer.

É muito bom olhar para o meu amigo de sempre e vê-lo com um puto nos braços, lindo, lourinho, de olho azul, como o pai. Vai partir corações. E olhar para ela e ver a felicidade estampada na sua cara.  E receber visitas deste sobrinho emprestado aqui no escritório!

É tranquilo ler sms depois de amniocentese e saber que está tudo bem e que é mais um mini gajo a caminho! E ouvi-la falar do stress inicial da gravidez, mas vê-la serena e feliz!

É... estranho, mas bom, muito bom, entrar num quarto e vê-lo a preparar-se para a mini-gaja. É estranho vê-la com uma barriga muito enorme! Mas bom! É giro olhar para ela e rir da situação! E ouvir que todas as bocas irão virar-se contra mim, um dia. Assim como que uma conspiração! Foi bom estar com ela quando foi comprada a primeira roupinha da mini gaja. Abrir as gavetas e ver as roupinhas... O berço. Saber que foi, provavelmente, a última vez que estivemos as duas, com horas pela frente para conversar, passear, dormir, almoçar à hora do lanche, sem horários. Que da próxima o mais certo é vermo-nos na maternidade. Ameaçá-lo que quero um telefonema, nem que seja de madrugada! E ouvi-lo dizer que sabe muito bem que tem me de ligar, que estou na lista dos telefonemas importantes. Ouvi-la falar do horário das visitas e dizer sem rodeios "Tens noção que eu venho logo e que me estou borrifando se queres ou não visitas?" e ela responder, sem dúvidas, sem pestanejar "Tenho!".

A minha melhor amiga está prestes a ser mãe e eu estou feliz por eles!

E o que eu tenho aprendido nos últimos meses sobre gravidez, parto, amamentação and so on?! Diria que a teoria já a tenho toda. Menos, gaja, menos... Porque já sei o que te está a passar pela cabeça!

terça-feira, 5 de junho de 2012

vontade

A minha vontade de trabalhar é inversa à vontade que tenho de fazer nada...

sexta-feira, 1 de junho de 2012

feliz dia!

E porque hoje é dia da criança e todos temos uma criança dentro de nós...

Feliz dia!!!

:D

quinta-feira, 31 de maio de 2012

quarta-feira, 30 de maio de 2012

daquela coisa...

Porque:

- quero fazer um trabalho em condições;
- exigo demais de mim;
- sei que tenho capacidade para fazer um bom trabalho;
- não quero desiludir ninguém;
- ninguém tem culpa que seja uma preguiçosa;
- não quero dar em doida nos próximos meses;
- não quero ficar fechada em casa até 30 de setembro;
- quero fazer uma coisa digna do nome "tese";
- exigo demais de mim;
- quero esfregar a nota final na cara de certas pessoas (ressabiada, eu sei!);
- nunca se sabe se não será uma porta para outras coisas;
- acima de tudo, exigo demais de mim (eu sei que já escrevi antes! Não é impressão vossa!)...

acho que o mais sensato que tenho a fazer é pedir adiamento de prazo...

E pagar as putas das propinas...

terça-feira, 29 de maio de 2012

e a primeira dos 33, já está!

Correu bem. Não senti nada que não tivesse sentido nas outras todas. Tudo igual, tudo na mesma!

Sobrevivi!



quarta-feira, 23 de maio de 2012

:o

O J., a V. e a V. presentearam-me com isto:


E o risinho irónico do júnior 1 ao meu lado?!

Prazo de validade: maio 2013.

agridoce júnior 1: "Tens um ano e está a contar!"

Mais risos irónicos... Se dúvidas tinhas, ontem deves ter ficado sem elas...

the day after

Normalíssimo...

A ressacar do dia de ontem. Bem que alguém falou em champomi, mas como isso é para meninos...

Mateus (pouquinho!), Monte das Servas (tinto!), Murganheira (com o bolinho!), whisky (como não bebi, não faço ideia do que era...o júnior 1 ainda tentou!), licor Beirão (não!), finos (não!), panachés (não!) e... shots (foi só um!) de tequilha (com o júnior 2 a dizer nas minhas costas "a casa de banho é ali!" e eu a pensar "soubesses tu os shots que eu bebi noutros tempos!" ). Depois disto tudo...

... alguém tem de trabalhar para sustentar o país!!

E não me venhas cobrar direitos de autor!!  :p

terça-feira, 22 de maio de 2012

hoje - update

Há 3 pessoas com quem queria estar, mas não vai ser possível:

- uma está gravidíssima e não se aventura em viagens;
- outra está com um problema na retina e vai resolvê-lo às 20h30m e depois disso não deve estar em condições (e não é que saiu da clínica e foi directo ter connosco, isto à meia noite?);
- outra pessoa tem, também, um aniversário.

Porque todas as vossas razões são mais do que válidas, mesmo não estando convosco hoje, mesmo não tendo o vosso abraço... Gosto muito de cada um de vocês!

Para compensar o meu sobrinho mais lindo foi à pastelaria e pediu ao pai para me perguntar: "Nata ou bola de berlim?".

Às 18h lanche com os melhores amigos cá da terrinha! Amigos de sempre! Literalmente.

Depois... Depois vou jantar com uma trupe jeitosa! E que trupe!!! De Aveiro a Castelo Branco chegou tudo inteiro a casa!

e é isto...

domingo, 20 de maio de 2012

quinta-feira, 17 de maio de 2012

facebook

É um bocado estranho estar a usar o facebook para me ajudar a resolver um problema...

Mais estranho ainda é estar ali tudo às claras...

Mas se resultar, quero mais é que se f... tudo. Morta por arrumar tudo de vez!!!

segunda-feira, 14 de maio de 2012

o calor também tem lugar aqui no blog

Ficavamos por aqui. Nada de exageros. Assim esteve bom.



A fotografia está uma bela porcaria... A forma como o sol estava a dar no carro não ajudava.

cuidados a ter no Verão

Hoje estou de manga curta. Até aqui nada de especial.

Se alguém me perguntar "Que negra é essa no braço?", eu não sei o que vou dizer. É que neste sítio é difícil eu ter ido contra alguma coisa...

Malditas mangas curtas...

férias

Quero!!

Expliquem-me por que raio os fins-de-semana voam...

quinta-feira, 10 de maio de 2012

quarta-feira, 9 de maio de 2012

a minha auto-estima anda lá em cima #2

Parece que há uma loja que tem um cartão cliente jovem.

Estava eu nessa loja, com um top na mão (todo giro, por acaso!), pronta para pagar e uma das moças da loja, vem ter comigo e foi mais ou menos assim:

Moça: Então e tem cartão cliente?
Agridoce: A minha mãe tem, obrigada!
Moça: Ah! Mas, então, podemos fazer um cartão cliente jovem!! Tem sempre 15% de desconto em todos os artigos.
Agridoce: Então, mas cliente jovem, isso tem limite de idade, não?
Moça: Tem, mas não deve ser esse o problema!! 30 anos.
Agridoce e Agridoce mãe: gargalhadas!!
Moça: Quê, mas tem 30 anos?
Agridoce: Era bom, era!!
Moça: A sério! Não pode ser. Dava-lhe muito menos. 23, por aí!!
Agridoce: Obrigada, mas não precisa de exagerar assim tanto!!
Moça: A sério!!

Bem, a moça foi super simpática, ainda nos rimos as três, perguntei se tinha de mostrar o cartão do cidadão (pronta para mentir na data de nascimento), e no fim disse "eu volto com um dos meus irmãos!"

Isto a menos de duas semanas do B-day! Sim, estou muito, mas mesmo muito babada!

Nota mental: convencer um dos júniores a ir lá comigo, para eu comprar uma coisita que me ficou debaixo do olho...

terça-feira, 8 de maio de 2012

aliviar o stress

Hoje deu-me para isto: folhado de salsicha, com queijo fresco e espinafres. Aprendi na passagem de ano e resolvi experimentar cá em casa.

A fotografia não está grande coisa (ía para escrever outra palavra, mas depois vem a censura!). Só reparei agora que passei do telemóvel para o pc e... tarde demais para tirar outra! O que é certo é que ninguém se queixou.

:s

Hoje espetaste-me uma faca e rodaste-a...

segunda-feira, 7 de maio de 2012

tese

Dizem que há por aí uma gaja quer entregar a tese em setembro...

Continua assim e verás a tua vida a andar para trás, agridoce. Mas muito para trás, mesmo...

tempinho de merda

Chuva, vento e isto...


Eu sei que a chuva é precisa, ah e tal... Mas já chegava!

segunda-feira

Não gosto.

domingo, 6 de maio de 2012

dúvida

Por que é que quando estamos com alguém que nos faz sentir bem, que gosta de nós e de quem nós gostamos, o tempo parece que voa?

De repente, já não tenho a mão entrelaçada na tua...

sábado, 5 de maio de 2012

a minha auto-estima anda lá em cima

Hoje, depois da aula que tive de madrugada, fui até ao bar com duas colegas da edição deste ano do mestrado.

Conversa para aqui, conversa para ali e diz-me uma delas: "Tu? Tu não deves ter 30 anos!"

Valeu a pena ter-me levantado de madrugada!!!

quinta-feira, 3 de maio de 2012

leilões

Num famoso site de vendas online, há um leilão que nunca mais acaba... Em causa está um I phone. Neste momento vai em 11€ e tal. O preço dele é 599€. E se eu comprar uns bid?! Estou tentada desde as seis da tarde.

Eh, eh!! Só queria ver se te aparecesse à frente com um I phone nas mãos... Private joke. :p

a trabalhar

Para não estar no silêncio, resolvi pôr música a bombar.
Como não me posso distrair (muito), resolvi ouvir Gogol Bordello, que anda para aqui perdido e que foi, gentilmente, cedido pelo agridoce júnior 2.

Acho que vou ouvir isto mais vezes.

btw, hoje começa a última queima dele... Com todo o peso que isso significa para mim: o problema não é a idade dele! É a minha...

quarta-feira, 2 de maio de 2012

será que ficou a fazer filmes?

Hoje, mostrei isto à minha mãe.



Não, não caiu para o lado. Não, não era nenhuma mensagem.

Não, gaja, não comeces com as tuas ideias malucas, nem com teorias da conspiração, nem rogues nenhuma das tuas pragas. Sim, que eu sei que vais ver isto e vais dar uma gargalhada. E ainda me vais lembrar que hei-de engolir tudo o que disse nos últimos meses e nos que faltam! E sim, a champanhada da Pizzarte continua boa!!! :p

Achei piada à ideia "mãe prometo". Só isso.

eu estava bem...

... a dormir.

Estou a trabalhar a uma velocidade louca, envio sms em branco. Parece segunda-feira.

terça-feira, 1 de maio de 2012

maio

Em contagem decrescente e em preparação psicológica para mais um aniversário...

Expliquem-me devagarinho, como se eu fosse uma criança de 5 anos: como é que é possível eu ir fazer aquelas anos todos, se ainda ontem tinha 18? Como é que o tempo passou tão rápido?!

segunda-feira, 30 de abril de 2012

hoje


daqui

O jantar será lá... Para recordar e estar com quem se gosta!
A tribo vai começar a preparar o Alive 2012.

E há duas malucas da tribo que dizem que vão organizar um jantar. Em setembro fará anos que entrámos na UA. Coisa pouca. No máximo uns 5 anos! Dizem as más linguas que é o triplo de 5... Pode ser que hoje lhes dê para começar a pensar nisso.

one year later...

... still alive and so much better!!

No doubt!

sábado, 28 de abril de 2012

sábado

Levantei-me de madrugada, já tive uma aula de fiscalidade.

Queria companhia para passear, mas as gajas estão a fazer um trabalho de uma disciplina que eu não tenho. Tenho portátil, net... Fazer tempo até ao almoço.

Uma está a ver mails e outra a ler o jornal. Vou ter que as pôr na ordem...

quinta-feira, 26 de abril de 2012

os carros

Não, não são, nunca foram, nem nunca serão um investimento. A menos que seja um carocha, uma pão de forma... essas coisas.

O meu, em fevereiro, entre inspecção, reinspecção, dois pneus, chapas de matrículas novas e, cereja em cima do bolo, um turbo novo (mais filtros, mais óleo, mais o raio que o parta...), já depois de ter chumbado na inspecção, limpou-me uma pipa de massa.

Só me lembro de estar na oficina, o mecânico com um tubo na mão e aquilo cheio de óleo. E eu a fazer contas de cabeça. E a bater mal, muito mal...

Depois do turbo, espero que não lhe dê mais alguma coisinha má. É que a seguir sou eu a ter uma coisinha má...

(post inspirado nas queixas do Confuskos!)


terça-feira, 24 de abril de 2012

segunda-feira, 23 de abril de 2012

das coincidências

Há coisas que não consigo explicar... Será que existe mesmo telepatia?

Hoje recebi uma sms, à qual respondi com o que tinha acabado de fazer. A resposta deixou-me surpreendida: do outro lado íam fazer exactamente o mesmo.

Horas depois deu-se um telefonema. Constatámos que ontem e hoje foram dias de neura... E rimos. Porque não é a primeira vez que isto acontece. Isso e estarmos a pensar uma na outra, o telemóvel começar a tocar e é a outra. Não, não somos irmãs. Somos grandes amigas! Daquelas que não se largam desde que se conheceram... Daquelas que mesmo que a vida as meta longe uma da outra ou que as impeça de falar durante semanas, quando falam parece que foi ontem a última vez que puseram a conversa em dia.

Dizem que os amigos são a família que não se escolhe... E nós somos assim!

E é tão bom!!

gosto disto


De David Fonseca!

domingo, 22 de abril de 2012

quinta-feira, 19 de abril de 2012

gosto disto

estranho, será?

Não sei se é estranho ter tido aquele lanche... Estranho é as pessoas fazerem parte da nossa vida e, de repente, como se não bastasse todo o resto, também desaparecerem.
Saber separar as coisas, só mostra que, de certeza, não posso ser tão menina mimada quanto me disseram um dia. Porque fui capaz de separar águas, estar sem ressentimentos.
Pena é que outras pessoas, de quem gostava, não consigam fazer o mesmo. Se calhar é mais fácil assim...
A propósito dessas outras pessoas... Não é fácil ouvir dizer que nos "ajuntamentos" daquele grupo, fica sempre a sensação que falta lá alguém. E ouvi isto da boca de quem menos esperava. Senti um aperto no coração. Durante alguns anos, não fui (muito) com a cara dela. A nossa relação mudou a partir do momento em que passou a haver uma relação profissional. Agora quando estamos juntas para falar de trabalho, a conversa acaba sempre pelos desabafos e coisas da vida.

Conclusão e moral da história: uma vez mais, tenho de dar o braço a torcer. As melhores atitudes vieram de quem eu não esperava. Aos poucos, fui deixando de não ir com a cara dela... Já os outros, desiludiram-me. Cansei de dar notícias e não ter resposta. Agora, representam, apenas, uma passagem pela minha vida. Só isso.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

como deixar as amigas de boca aberta

Encontrar-me com elas, numa pastelaria em frente à faculdade. Chegar, sentar...
Largar a bomba: "Adivinhem onde fui lanchar hoje?"
Elas ficam a olhar para ti, com cara de "como é que queres que eu saiba?!"
Agridoce: "A casa dos ex-sogros." E larga uma gargalhada.
Só vos digo: a reacção daquelas três foi qualquer coisa extraordinária! Só a cara da V., que estava mesmo à minha frente, foi demais!

Sim, deu-me para isto. Ganhei coragem e fiz o que prometi no Natal. Ficaram contentes por me verem e, melhor, ainda disseram que estava toda elegante, com bom ar! Elogios é o que a malta precisa!!

segunda-feira, 16 de abril de 2012

um dia...

... não vou ter medo e vou gritar tudo aquilo que te quero dizer.
Mesmo que depois vires costas. Pelo menos não vou ficar arrependida para o resto da vida.

Pensado melhor. Acho que já disse muitas dessas coisas, mas tu teimas em não "ouvir"... Olha ali um avião! ;)

sábado, 14 de abril de 2012

momentos

Acordar de noite e levantar.
Voltar a deitar. Sentir um abraço, um beijo, uma mão entrelaçada na minha...
Adormecer com um sorriso.
Acordar e ainda lá estares...

quarta-feira, 11 de abril de 2012

nós

Dei por mim a olhar para o tecto e a pensar que a minha vida parece um monte de nós.
Das duas uma: ou se desapertam um a um, ou, então, parece que os fdp ainda se apertam mais...

Há um grande nó à espera de ser resolvido. E faço planos para o dia em que, finalmente, o conseguir resolver.

Como alguém diz: "um dia, em breve!"...

Só não sei O dia...

segunda-feira, 9 de abril de 2012

defeito: curiosa!

Sou... Muito. Detesto que me digam: "ah e tal...blá, blá, blá, mas depois conto, depois vês,..."
Depois, depois, depois... Não, não é depois! É já! Quem começa, tem de acabar. Ou não.

Tudo isto porque na quinta à noite me disseram: "ah e tal, blá, blá... mas vais saber que é para ti, vais perceber!" Eu sei que é suposto ser surpresa... E sei que só me disseram porque... olha, porque pronto!

Já pisquei os olhinhos, fiz ameaças (também comigo a rir, quem é que fica com medo?), prometi coisas e tudo, mas nada. Há pessoas que aguentam firme!

Desde quinta-feira a morrer de curiosidade...

post à gaja e a desculpa que serve para tudo*

Acho que hoje acordei virada do avesso.
Ou isso ou a puta da tpm...
E como ninguém tem culpa: gajo, desculpa lá o mau feitiozinho... ;)



*e eu que não sou nada dessas coisas.

as voltas da vida


Quando tudo o que previa eram momentos doces, eis que um agri nos veio trocar as voltas. Mas conseguimos dar a volta e torná-lo agridoce. Um misto de sentimentos e emoções, em que fui companheira e amiga. Em que troquei parte da minha vida, por quem precisava de mim ao seu lado. Porque fazia sentido estar ao lado dessa pessoa, independentemente do resto. E porque essa pessoa disse "sim" quando lhe disse que era com ela que queria/devia estar. Porque gosto demasiado dessa pessoa e não conseguia ficar indiferente. Porque fiz o que achei que devia. Simples!

Porque há coisas que não controlamos, que não estão nas nossas mãos. Porque a vida é mesmo assim.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Planos

Planos para os próximos dias:
- pôr a conversa em dia;
- debater ideias sobre a educação da mini-gaja* (como fazer com que ela perceba que a mãe e a tia sempre foram gajas muito atinadinhas?);
- estar com quem se gosta;
- pôr a conversa em dia;
- estar com quem se gosta;
- pôr a conversa em dia;
- fazer planos para o futuro;
- levar na cabeça por causa dos planos para o futuro;
- pôr a conversa em dia;
- debater ideias sobre a educação da mini-gaja* (como fazer com que ela perceba que a mãe e a tia nunca foram gajas de andar na noite?);
- fazer planos para o futuro;
- espalhar merda na ventoinha à conta dos planos para o futuro;
- debater ideias sobre a educação da mini-gaja* (como vamos convencê-la que os gajos não são todos iguais? Ah!! Esta é fácil. Não vamos!);

- estar com quem se gosta!! E isto, sim, é o mais importante!!

* Só isto dá um brainstorming que nunca mais acaba... mas até ela ter idade para perceber, temos tempo!

domingo, 1 de abril de 2012

Blogger

Pois que o blogger tem uma imagem nova.
E como sou uma apressada, resolvi actualizar logo isto...
Entretanto já andei às aranhas à procura de uma cena!!

Estranha-se, mas irá entranhar-se.

virar a página

Algures em 2011, postei isto.
Mesmo eu sabendo que já tinha virado a página, houve duas pessoas que sempre o disseram, pessoas essas que, quase tanto como eu, sabem da minha vida.

Na sexta-feira, porque teve de ser, tive a prova derradeira. Confesso que estava nervosa por saber que iria ter esse encontro, por tudo o que ele envolvia.

Passou, está arrumado! Virei a página. Não há dúvidas.

a semana que passou

Dias para esquecer... Vou à varanda e a paisagem é negra. Vai demorar até que o verde volte a reinar.

segunda-feira, 26 de março de 2012

agridoce júnior 1

"Sobrevivi ao primeiro dia! Isto é brutal!Bjs."

Disse logo à minha mãe que dava uma t shirt do Cão Azul.

Férias na neve.

agridoce júnior 2

O júnior 2 é jogador da bola.
No outro domingo chegou a casa com um olho negro. Levou com uma chuteira em cima.

Ontem estava descansada em casa... Toca o telemóvel... Ah e tal, não é nada de especial, o teu irmão vai a caminho do hospital, de ambulância. WTF???

Apareceu em casa com o outro olho todo negro, com uma data de pontos... Num cruzamento, o guarda-redes socou o olho dele em vez da bola.

E depois ainda ouvi isto: "Ai meu deus, que o teu irmão é tão giro e agora vai ficar com uma cicatriz!"

Houve um momento em que estive para me mandar para o hospital onde ele estava. Quando dei por mim, tinha vestida uma t shirt do cão azul que diz o seguinte: "Saí da cama para isto?". Deu gargalhada cá em casa! Depois de sabermos ao certo o que se passava, claro!

segunda-feira, 19 de março de 2012

"Se sentes, mostra!"

Ouvi isto por aí...
Sei que o faço. Mostro aquilo que sinto. Seja com um telefonema, uma sms, um mail, um post... Seja com um beijo ou um abraço. Seja, simplesmente, com um gosto de ti.
E sim, gosto de ti! :*

terça-feira, 13 de março de 2012

da vida

Juro que não entendo as atitudes das pessoas.
Hoje tive de dizer a uma amiga que a minha vida foi fácil no depois. Sem filhos a servirem de desculpa, bocas foleiras, chantagem psicológica, família metida ao barulho, comentários sobre a minha vida... E fico triste por te estarem a fazer sofrer... Como se tudo o que passou não tivesse sido suficiente. E mais difícil é saber que tens de dar um murro na mesa a bem da tua sanidade mental.
Gaja, não sei se lerás isto... Mas tu sabes que estou cá, para o que der e vier! No pouco tempo que nos conhecemos, as nossas vidas mudaram radicalmente e estivemos lá uma para a outra quando foi preciso.
Sabes que és mais corajosa e forte do que aquilo que pensas?!

segunda-feira, 12 de março de 2012

...

No sábado (ou ontem, não interessa) disseram-me qualquer coisa do género:
- Mas alguma vez, há um ano atrás, tu pensavas que hoje a tua vida ía estar assim?

Não, não pensava. Estava consciente que ía mudar. Não sabia quando, nem como íam acontecer as coisas.

Se alguma vez sonhei em deixar entrar alguém na minha vida tão depressa? Também não. Aconteceu. Entrou sem pedir e eu deixei que entrasse. Só isto.

domingo, 11 de março de 2012

momentos

E tudo começou com uma sms...

Conversa a ver o mar!


Lá se foi a dieta... :-)

sábado, 10 de março de 2012

memórias

Ao ouvir isto, recuei uns anos (coisa pouca...) e lembrei-me do BA. De estar lá com a malta a curtir a noite. Nostalgia...


BA: quem estudou na UA sabe do que falo. Ou quem conhece...