terça-feira, 31 de janeiro de 2012

dúvidas

Acho que não as devo ter... Não depois dos acontecimentos dos últimos dias.

Ou, então, ando muito enganada.

domingo, 29 de janeiro de 2012

sábado, 28 de janeiro de 2012

ontem

Tive a honra de partilhar um momento há muito esperado, por uma pessoa especial...

Foi muito bom ter estado ao teu lado, precisamente por saber que era uma coisa que querias muito! Este objetivo já está.

Para o que vem a seguir: já sabes que sempre que puder, estou cá para te ajudar! Sim, mesmo que seja ajudar-te com trabalhos, cravar as amigas para enviarem o que têm sobre os assuntos...

Porquê? Porque gosto de ti! Porque gosto de te ver feliz, como vi ontem! Chega?! ;)

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

TGIF!!!


Para esta sexta prevê-se:
- agridoce no meio de papéis (normal!),
- uma aula de direito da concorrência; para quem não gosta (muito) de direito até achei piada à aula da semana passada;
- um café com direito a conversa sobre sentimentos;
- companhia de pessoas especiais e importantes.

O vídeo da música foi só porque me apeteceu!

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

({}) :* :p ;)

As coisas que me escreves, os teus recados e indiretas que só eu percebo, fazem-me sorrir... Dou por mim a olhar para o pc e a sorrir feita parva. Com um friozinho na barriga...

Estou à tua espera, como todas as noites...

GdT.

Tenho amigos doidos...

No mural do meu facebook tenho uma música que não tem nada a ver comigo... Onda "Ai se eu te pego!"...
OMG, uma disse mata e o outro foi a correr dizer gosto!

http://www.youtube.com/watch?v=VtVSzv4tzO8

primavera

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

agridoce e amigas

Na terça-feira, agridoce juntou-se a uma amiga para um café, ao final da tarde. Conversa para lá, conversa para cá... E diz a amiga:
- "Homens? Bater-lhes é pouco, matá-los é muito!"
- "Nada a dizer!".

Da tese

Vai bem, obrigada! Resmas de folhas que já li e outras tantas que já escrevi... (ler em tom irónico).
Sábado, finalmente, é a apresentação pública dos projetos. E é para isso que me estou a preparar; isso, o facebook aberto, o blog, o skype e a estudar a matéria para o Alive. Prioridades...

Bom dia, alegria!!

Há momentos que valem a pena, nem que durem um breve instante.
Hoje acordei contente!
:)

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Um dia...

... perco a cabeça e faço-te uma proposta!

Daqui a 30 anos, talvez! :p

domingo, 15 de janeiro de 2012

solidão

Do medo que temos de ficarmos sozinhos, faço a seguinte divagação...

Não é segredo que me divorciei em 2011. Foi um passo difícil na minha vida, por todos os sentimentos e consequências que trouxe, uma delas ainda por resolver e não se sabe quando.
Entre tudo aquilo que senti nos meses que antecederam o fim, lembro-me de várias vezes ter pensado que, para o bem e para o mal, estava acostumada a ter alguém ao meu lado e que o facto de ficar sozinha me assustava. Até que, um dia, percebi que não podia, nem queria, ter ao meu lado uma pessoa que não queria estar comigo.

Por mais que custe, mais vale estar sozinha do que sentir que uma pessoa está comigo porque sim, mas sem que o sim seja aquilo que deve ser: gostar de mim, amar-me.

Coragem para dizer que é melhor ir cada um à sua vida, arranja-se. A mim custou a arranjar. Levou meses. Eu própria também me questionei sobre o que realmente sentia e se não me tinha acomodado a ter alguém ao meu lado. Mas, como já disse, ter por ter não basta. A mim não bastou, nem basta.

Dar o passo de terminar uma relação não é fácil. Por mais complicado e difícil que seja, que doa, que toda a gente se vire contra nós, há um momento em que, finalmente, percebemos que não dá. Porque podemos andar a empatar a nossa vida, a desperdiçar oportunidades... E a empatar a vida de outra pessoa.

Se é suposto sermos felizes, vamos ser egoístas e pensar em nós! Queres ao teu lado uma pessoa que não gosta de ti? Eu não!

...

Nada que já não saibas... :)

Desafio

Como o Pestinha não tem mais nada para fazer (e eu também não!), resolvi aceitar o desafio que me lançou no seu blog. Consiste em responder a 10 perguntas e a enumerar sete factos aleatórios sobre nós.

Cá vai, então:


1) Nome da minha música favorita. Tem mesmo de ser? ...  Every teardrop is a water fall, Coldplay.

2) Nome da minha sobremesa favorita. Só perguntas dificeis! SÓ uma?! Ok... Arroz doce.


3) O que me tira do sério ?
Comodismo, falta de coragem...

4) Quando estou chateada... Saio de casa, não interessa para onde. Também há versão descarregar em cima de quem me aparece à frente! Mas estou mais moderada... É da idade!

5) Qual o meu animal de estimação favorito ? Cão.

6) Preto ou branco ? Tem dias...

7) Maior medo? Perder aqueles de quem gosto.

8) Atitude quotidiana: Viver um dia de cada vez aliado com para a frente é que é caminho.

9) O que é perfeito  Já não tenho ilusões acerca da perfeição...

10) Culpa? De quê?! Não me consigo lembrar de nada assim de repente... Preguiça?! Era todos os dias a viver com esse sentimento de culpa...


Sete factos aleatórios sobre mim:

1) Gosto da calma que o mar me transmite

2) Gosto do cheiro a terra molhada quando chove
3) Digo o que tenho a dizer
4) Já tive mais medo da solidão

5) Tenho dois irmãos que adoro
6) Tenho uns olhos verdes que já me arranjaram problemas!!! Lol...

7) Não gosto da sensação de ter pena de mim mesma. Por isso, não tenho!

Supostamente, agora teria de desafiar 10 pessoas... Mas como eu sou do contra, se vier aqui alguém que ache piada a isto, está à vontade!

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

entre este post...

e o dali debaixo, apanhamos um susto cá em casa...
Em menos de nada vimos um filme de terror: sirene dos bombeiros a tocar, carros de combate a incêndio a passar na estrada e fumo, muito fumo vindo dos lados da zona industrial cá do sítio.
Em menos de um minuto eu e meu pai saímos de casa (ainda me vesti, calcei, pensei em agarrar num telemóvel...) e fizemos 1,5km com o coração nas mãos...
E respirámos de alívio... Quando liguei à minha mãe para dizer que estava tudo ok, estava já ela em pânico por ser o telefone fixo a tocar...

Aliviados por não ser nada. Mas, infelizmente, alguém tem a casa a arder... Ver se amanhã sabemos quem foi e se é preciso ajudar.

Bolas... Num instante a certeza de que estava tudo bem, abalou.

certezas

Todos temos certezas na nossa vida. Que dependem daquilo que nós somos e, se calhar, daquilo em que acreditamos ou não.
Mas haverá, certamente, momentos em que tudo nos faz duvidar dessas certezas. Aí questionamo-las e perguntamos se vale a pena...
Quando, finalmente, as deitamos abaixo, isso para mim significa que, de alguma forma, crescemos, o que é positivo. O mau é que, no entretanto, devemos ter levado uma estalada da vida. Mas também são essas cabeçadas contra a parede que nos fazem crescer.
E, sem darmos conta, somos muito mais fortes do que aquilo que achamos. Por isso e por percebermos que damos a volta a determinadas situações, terá valido a pena bater com a cabeça.
Porque, nesta vida, só uma coisa é certa...

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

o projecto

Depois de ter tido uma trabalheira a fazer o projecto, a formatar e o raio... Eis que a coordenadora do mestrado nos envia um modelo a seguir. Tudo porque o mestrado vai ser um dos primeiros cursos da faculdade a ser avaliado e os documentos têm de ser "chapa 5".

Planos para hoje: Crtl C, Crtl V...

domingo, 8 de janeiro de 2012

...

Hoje teria feito todo o sentido ter estado ao teu lado.
Devia ter feito o que me passou pela cabeça e não me ter posto a pensar...
Se o tivesse feito, tinhas tido o abraço que querias.
Prometo compensar-te!

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

ontem...

A coordenadora do meu mestrado fez-me tantos elogios que eu me babei toda.
Frase a reter: "Livrar-se de um homem fez-lhe cá um bem!"

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

shiuuuu

Este segredo de hoje é qualquer coisa...

Às vezes é preciso coragem...


Não consigo fazer o link para o segredo que quero. Por isso, cá vai: é o do senhor de 60 anos.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

conclusão e moral da história

Li a bibliografia e tirei notas de livros que podem ser úteis.
Fui ver o índice: seleccionei o que me interessava.
Apontei as páginas.
Amanhã tiro fotocópias...

Pestinha: arranja qualquer coisa melhor para ler!

leitura para hoje


De boas intenções está o inferno cheio, agridoce!!

Sim, é para a tese... Vontade?! Nenhuma!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Não peço muito...

I hate mondays!!

Duas noites seguidas a deitar sempre depois das 5 da manhã...
Mais uma esfrega na cozinha da C, durante a tarde de sábado! Não há dúvida que na cozinha fazemos uma boa dupla! Orientamos o último jantar de 2011 num abrir e fechar de olhos.
Ontem tarde de preguiça, noite de preguiça...

Hoje de manhã a viagem de regresso...

Estou a tentar trabalhar. A sério que estou. Mas não está fácil.

Hello 2012!

Aos primeiros segundos de 2012, abracei a minha amiga C. e disse-lhe qualquer coisa do género: "Espero bem que 2012 nos traga tudo de bom, porque para mau chegou 2011. Tirando os acontecimentos das últimas semanas!". Sorrimos e não foi preciso dizer mais nada. Porque nos basta olhar uma para a outra e perceber tudo.

Apesar de tudo, 2011 acabou bem! E 2012 começou bem!

Happy New Year!! Que 2012 vos proporcione tudo aquilo que desejam!
:-)

p.s.: e agora, toca a trabalhar, agridoce!