terça-feira, 31 de julho de 2012

domingo, 29 de julho de 2012

dos amigos e dos filhos dos amigos #4

A mini gaja é, simplesmente, linda. De me deixar sem palavras a olhar para ela, só a contemplar! Tê-la ao colo e ela enrolar-se toda... Ouvi-la a chorar e ficar sem saber o que fazer. Receber as fotografias por email e ficar babada! Esta miúda contará sempre comigo, aconteça o que acontecer.

Olhar para a gaja e dizer que este era um cenário que eu não tinha imaginado que acontecesse tão depressa. Mas a vida tem-nos feito isso: trocado as voltas!!

Ter pena de não estarmos mais perto, para a poder ver mais vezes. Mas ter a certeza que o longe se faz perto! E isso nunca foi problema!!

sossego

Estamos sem pais em casa.

Os horários estão ainda mais flexíveis.

sábado, 28 de julho de 2012

controla-te, agridoce!

Estou com uma vontade de dar um pontapé ao meu carro...

O cabrãozinho anda a comer muito óleo.

8 mil km, wtf?!

terça-feira, 24 de julho de 2012

sei que não estou boa da cabeça

Quando é quase meia-noite e estou a responder a um inquérito sobre activos intangíveis, só para a coordenadora do mestrado parar de nos chatear...

hoje virou uma página na vida dele

Depois de dias de suspense, depois de muitos insultos proferidos, eis que, pouco passava das nove da noite, ele recebe uma sms, que dizia qualquer coisa como a nota saiu, já está! Ainda bem que estavamos mesmo a acabar de proferir mais uma data de "mimos"...

Em segundos revivi o momento em que saiu a nota da cadeira que me faltava para acabar o curso.

Hoje, alegria, alívio por não ter que o ver a estudar para o exame de recurso (que por acaso é já na sexta de manhã). No que vem a seguir, pensamos mais tarde.

E como me disseram, sou uma mana babada!

Sim, sou! Gosto muito dos meus irmãos e não consigo sequer imaginar a minha vida sem eles. Hoje sou uma mana babada, que já viu os dois júniores a acabarem os respectivos cursos.

Os meus manos estão crescidos.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

sexta-feira, 20 de julho de 2012

amanhã

Vou, finalmente, ter a mini gaja nos meus braços!!!

:D :D :D

um ano

Já passou um ano, 12 meses.

Parece que passou uma eternidade, mas, afinal, foi só um ano. Tão rápido, mas ao mesmo tempo, tão lento.

E num ano, tantas voltas, tantas coisas, tantas surpresas!!

E a certeza: para muito melhor.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

e um fósforo agora?!

A única coisa que incendiava era mesmo esta montanha de papel à minha volta.

Nada de incêndios florestais... Já basta o que basta.

estatísticas #2

Afinal isto é uma aldeiazita, pelo que não deveria ficar assim tão surpreendida.

Sítios onde se lê o vida agridoce: Angola, Indonésia, Israel, Brasil, Rússia, Letónia, Alemanha, Reino Unido, Espanha, Alemanha, Ucrânia, EUA, Holanda...

Ah! E em Portugal... Onde quer que isso seja.

terça-feira, 17 de julho de 2012

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Alive

Valeu a pena! Mesmo!

Algumas das coisas que me passam pela cabeça agora:

Vi Noah and the Wale sozinha, porque não me atrevi a "furar" a multidão para chegar à beira da malta.

Snow Patrol: gostei.

Parece-me que os "velhinhos" The Cure chegaram às 3 da manhã menos cansados do que eu!

Nos Stone Roses cheguei a pensar que tinha saído de Portugal, porque à nossa volta era só ingleses.

Achei altamente o concerto de Paus! Muito, muito fixe!!

Vou ouvir mais Mumford & Sons. Revi The Kooks e foi altamente. Tive pena de não ver Mazzy Star, mas estava num lugar muito bom para ver Radiohead e não arrisquei sair dali.

Fiquei com pena de Florence and the Machine terem cancelado...

Levei uma t shirt do Cão Azul ontem. Eu de heineken na mão e um gajo com uma credencial "press" a perguntar se me podia tirar uma fotografia, precisamente por causa da t shirt... Fiquei tão embasbacada que nem lhe perguntei nada, só disse que sim. No fim de Radiohead, quem é que estava sentado à beira dos meus amigos? Ele. Entretanto já a M. tinha a sweat dela vestida (igual à minha t shirt). O gajo olha para nós, sorri e saca da máquina. E nós, mais uma vez, sem reacção para perguntar o que quer que fosse...

Se em 2013 o cartaz valer a pena, acho que estaremos lá!

o regresso

Depois de uns 20 minutos parados na A1 (camião on fire!), de um calor que não se podia... Eis que chegámos ao ponto de encontro. Ao sítio onde estava o meu carro desde sexta.

Grande festa: ainda está inteiro, tem 4 pneus, os vidros não estão partidos.

Está a sair do carro dos amigos, tirar as minhas tralhas e despedir-me deles.

Antes de eles seguirem viagem:
- É pá... Esperem aí, só para confirmar que tenho tudo ok com os 4 pneus, sempre ajudam se for preciso!

Leram com tom irónico, certo?

Guess what?!

Pneu traseiro do lado direito em baixo. Faço uma rápida avaliação da situação:

- Vão embora que isto não está assim tão mau e devo conseguir chegar ali à cena dos pneus.

E cheguei! Maldito prego!

Still Alive

Já fui e já voltei!!

Dizem que para o ano há mais...

sexta-feira, 13 de julho de 2012

um ano de blog

Era mais para bater com a cabeça na parede.
Mas acabou por não ser nada disso e ainda bem!

Aqui, o primeiro post!


p.s.: Boa sexta 13!! Qualquer coisa, já sabem: estou no Alive!!!

Este post está agendado há uma data de semanas... Não fosse eu esquecer-me com o entusiasmo!

vou ali e já volto!

A imagem está cortada, mas a culpa não é a minha...


Volto segunda-feira! Espero!

não esquecer!!

Não me posso esquecer dos bilhetes!

Não me posso esquecer dos bilhetes!

Não me posso esquecer dos bilhetes!

Não me posso esquecer dos bilhetes!

Não me posso esquecer dos bilhetes!

Bilhetes e máquina fotográfica estão juntinhos....

Não me posso esquecer da máquina!

Não me posso esquecer da máquina!

Não me posso esquecer da máquina!

Não me posso esquecer da máquina!

Era uma gaja morta!

13 de julho de 2012

Dia que a mini gaja escolheu para me ligar e para eu a ouvir a chorar do lado de lá.

Tinha ela 2 horas e tão precoce.

Às tantas quando eu voltar, já foi à lusófona...

quinta-feira, 12 de julho de 2012

quase, quase...

Amanhã rumo a Lisboa...

A mini gaja está por pontas... Tenho a certeza que só a irei conhecer na próxima semana.

E sim, estou ansiosa. E estou com eles, em pensamento. O que me alivia é saber que quando os for ver, irei a casa. E assim não tenho de partilhar 2 horas de visitas com uma multidão de gente!

Estou a tentar ver as coisas pelo lado positivo!

Mini gaja, mini gaja... Que ansiedade!!



meia-noite

É uma boa hora para arrumar o meu quarto...

Vontade zero! Confusão milhões!



terça-feira, 10 de julho de 2012

agora é a sério...

Vou trabalhar!!

carro sem chave

Pois que há carros que não têm chave. Funcionam com um cartão. E depois há, ainda, cartões que nos deixam fazer tudo, mesmo que estejam no bolso ou dentro da mala. O tudo inclui ligar/desligar a viatura e trancar/destrancar.

Quando queremos ligar/desligar o carro carregamos no botão que diz START/STOP. Certo?

E depois há pessoas que querem desligar o carro e carregam no botão ON/OFF... do rádio.

E carregam uma, duas e três vezes, sem perceber por que raio o carro não desliga...

Se fui eu?! Não... Foi uma amiga minha!!



ai queres festivais?!

Então, larga o blog e continua a trabalhar... E o facebook... E as sms...

Distraio-me tão facilmente...

o diabinho que está sentado no meu ombro...

... hoje fez das dele!

:D

p.s.: J., para que conste, ainda me estou a rir do que fiz!!

nunca mais...

... é sexta-feira!

Longa terça, longa quarta e longa quinta...

4 dias longe do trabalho! Ando a mil para terminar tudo o que é suposto ser enviado até 15/07, já que conto com menos um dia útil! E, sim, vou conseguir. Hoje fica tudo pronto!!

E se a mini gaja nascesse entretanto? Isso é que era!! Ainda fazia uma viagem louca pela A1 acima.

Agora, agridoce, vai lá dar no trabalho e larga o blog! Alguém tem de trabalhar para sustentar este país!!

Um dia lixo-me... Não me peças direitos de autor! :p

segunda-feira, 9 de julho de 2012

quinta-feira, 5 de julho de 2012

eu #4

Às vezes dá-me para ler posts antigos. Hoje foi este.

Sorriso na cara...

hoje reconciliei-me...

As primeiras coisas realmente boas... As que durante meses "escondi" das redes sociais.

Hoje, passado um ano, postei umas fotos de bons momentos, de bons concertos, de boa companhia!

E o fim de tudo isto acabou por marcar a viragem de mais uma página.

Já lá vai um ano. E o sentimento é um mix: já passou um ano, mas parece uma eternidade. Foi um ano cheio de muitas, mas mesmo muitas coisas! E tantas, mas tantas mudanças.

Resumindo, foi um ano bom!

quarta-feira, 4 de julho de 2012

...

"A pessoa certa é a que está ao seu lado nos momentos incertos." (Pablo Neruda)

Vi por aí e não sei é mesmo do Pablo Neruda. Nem é o que interessa agora... O que interessa é juntar isto com a sms que o Berryzinho recebeu hoje.

E com mais algumas coisas...


terça-feira, 3 de julho de 2012

eu e o nokiazinho

Eu, um pc, o telemóvel e um cabo usb...

Ía dando cabo do nokiazinho! Mas a puta da mensagem que não tinha espaço na memória c: já desapareceu!

Acho que foi só isso, a imagem do écran e os atalhos. As sms de 19/06 até hoje também foram...

Ufa!! MMS a salvo!! Thank God!!

Sorriso malandro...

;)

ai que a cachopa está a deixar-me ansiosa

Mini gaja:

Sabes, a tia agridoce (eu sei que este nome é estranho!) vai ao Alive (podes ficar descansada: o teu pai e o teu padrinho dizem que daqui a uns anos te levam aos festivais! Crentes!), e não dava jeito nenhum que tu aguentasses aí até às 41 semanas.

Não é por mim e por estar longe para caramba da maternidade onde irás nascer. É por todos os que estão hiper ansiosos por te ter no colo!

Faz um favor à tia: não me deixes dividida no Alive! Não me deixes de coração nas mãos, quando eu estiver em Algés. Deixa-me de coração nas mãos enquanto eu ainda estou aqui pelo centro do país. Obriga-me a ir aí... Que tal este fim de semana?!  

Sim, estou ansiosa para te conhecer e para cumprir tudo o que disse à tua mãe há uns meses atrás, num dia emocionalmente louco, em que respondi a um email com um ano.

Btw, diz, também, à tua mãe que a C. não me voltou a pedir para mudar a fralda ao G. Por isso, a minha experiência continua quase nula! Nada de ter esperança.

Anisosamente à tua espera.

p.s.: não se nota nadinha... Gaja, se leres isto, sim, podes bater-me! Meter nojo desta maneira é indecente!

segunda-feira, 2 de julho de 2012

a utilidade das conferências do mestrado

Sábado, 30 de junho de 2012, 17h30m, algures numa faculdade de economia deste país...

O orador falava, falava e nós íamos ouvindo.

Às tantas, a V., sentada ao meu lado, arranca uma folha do caderno... Era o início de uma conversa por escrito para não incomodar quem estava à nossa volta. Sim, tipo miúdas da secundária!

E escreve isto:
"Para mim, a ruptura acontece quando a dor da presença é maior do que a dor da ausência..."

Resposta: "Hoje a ausência está a ser insuportável..."

E hoje, segunda-feira, continua tudo a bater certo. Dói muito mais não estar com ele do que estar. Quando estamos juntos é como se lá fora não houvesse ninguém, o mundo somos nós. Quando estamos juntos, esquecemos o ruído que há à volta desta relação.

E quando não estamos juntos temos que nos focar naquilo que realmente queremos para nós. No que eu quero para mim e para esta nossa relação. No que ele quer para ele e para esta nossa relação.

Conversa racional também eu a tenho... Mas não é essa que quero!