terça-feira, 30 de outubro de 2012

jack #4

Liga-me e digo-lhe que estou de volta da tese. Ele pede desculpa por interromper.

Parece que não sabe que me distraio sozinha com facilidade...

tese

Há uns tempos (talvez um ano, tendo em conta que esta coisa já devia estar pronta...) escrevi, aqui no blog, que escrever a tese é um trabalho solitário.
 
Eu tenho é saudades das aulas! Leia-se: dos cafés, das conversas, dos almoços. Da partilha de receitas em algumas aulas menos interessantes. Das longas terapias à mesa do bar. Ou da esplanada do bar da faculdade. Dos esquemas que arranjavamos para adiar entregas de trabalhos e datas de exames. Do convívio!!
 
A semana passada, em tom de brincadeira, disse à V., à frente da nossa orientadora, "o que é que eu vou fazer depois da tese?". A orientadora respondeu "doutoramento!"
 
Não. Por enquanto. Se esta tese está (quase) a ser puxada a ferros.

sábado, 27 de outubro de 2012

jack #3


Adormecer ao som da tua voz...

Acordar com o teu bom dia...

Cair nos teus braços...

...

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

t-e-s-e

Devagar, devagarinho...

Isto de chegar a casa depois de um dia de trabalho e ter cabeça para ler e escrever não é nada fácil...

Mas, ou eu não me chame agridoce, a tese sai até fevereiro. Não quero gastar mais dinheiro em propinas.

este fim de semana muda a hora

Daqui a uns dias quando sair do trabalhó é noite escura.

Mas domingo vou dormir mais ums hora! E isso é que é importante!

Eu sei: em março roubam-ma!

domingo, 21 de outubro de 2012

mix de sentimentos

Estes dias cinzentos de outono têm um efeito de preguiça em mim.

Tenho abertos ficheiros de teses e artigos, mais artigos e livros à minha frente, em papel, e parece-me que não consigo encontrar o fio condutor. Hoje sinto-me perdida. Hoje a produtividade para a tese está pelas ruas da amargura.

Ontem, jantar com colegas de curso. Alguns não via desde que acabámos o curso. Continuamos iguais, em todos os sentidos: fisicamente não estamos assim tão diferentes, rimo-nos com coisas parvas, mandamos o mesmo tipo de piadas uns aos outros... Somos nós, apenas uns anitos mais velhos.
 
O Convívio também não mudou nada! Igual: as mesmas mesas, as mesmas cadeiras, os azulejos. Que nostalgia. :)
 
Apenas uma diferença, registada por um dos meus colegas, durante o jantar: " se isto fosse há 15 anos, já estavamos todos bebedos!". Pois... Há 15 anos, ninguém ía pegar no carro a seguir ao jantar, para fazer umas dezenas de quilómetros!!
 
E a falta que me faz aquele abraço?
 
Olho lá para fora e já é noite. No próximo fim de semana, a hora muda: dias ainda mais pequenos...
 
 



quinta-feira, 11 de outubro de 2012

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

há um ano...

... resolvi enviar um email a esta menina, por me ter identificado bastante com ela.

Não, ainda não tivemos oportunidade de nos conhecermos pessoalmente. Mas já trocámos muitos emails, já percebemos algumas peças do puzzle da vida de cada uma de nós. Às vezes só umas pequenas legendas, só para confirmarem aquilo que uma desconfiava em relação à outra. ;) :D

Já viste, Geri, passou um ano!!! Bolas, temos mesmo de marcar um face to face. :)

terça-feira, 2 de outubro de 2012

eu, a pessoa mais calma do mundo*

No meio de uma conversa com o Jack, diz-me ele: "Tens de ter calma!".
 
Resposta à agridoce: "Mais calma? Eu ando a ter calma há mais de um ano." Ando. Só que há dias que parece que o raio do nó não desata. E enquanto o nó não desata, uma parte da minha vida também não...
 
E lembrei-me de ter visto esta imagem...

 
* dar um certo tom irónico ao ler isto...