domingo, 18 de novembro de 2012

coisas da tese #3

É verdade que estive um ano a pagar propinas e não mexi uma palha. Melhor, não escrevi uma linha.

E agora quero mesmo terminar isto até fevereiro (de 2013, entenda-se). O tempo parece curto para as coisas que tenho para fazer.

Há uma coisa que eu decidi desde início (o início é para aí outubro): a tese não me vai impedir de ir ao cinema, a concertos, de estar com amigos e de quem se gosta, de fazer o que me apeteça, mesmo que isso seja olhar para o tecto.

Basta eu ser organizada. Há tempo para tudo. Tem de haver, a bem da minha sanidade mental.

3 comentários:

  1. Tens de impor prazos a ti mesma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso já está.
      E ficou ainda mais definido na minha cabeça no dia em que larguei a primeira prestação de propinas... Doeu.

      Eliminar
  2. Tens de estabelecer um plano e cumpri-lo!

    ResponderEliminar

Cenas que te passaram pela cabeça, quando leste as minhas cenas!!