sábado, 24 de novembro de 2012

coisas da tese #4

Há plano de ataque, há datas definidas para isto, para aquilo... Há metas a atingir.

Há reuniões com a orientadora que duram horas. É nesses momentos que começo a "panicar" e sai-me "eu não consigo acabar isto até fevereiro". Ela diz para eu ter calma, que sim, que consigo. Depois de verbalizar o " eu não consigo", esta frase fica a martelar-me na cabeça, repetidamente.

A parte empírica da coisa deixa-me assim. Mas eu sei que vou entregar a tese na data definida. Por dois motivos: porque não posso pagar mais propinas e porque eu não gosto de falhar. Principalmente por este.

Agora vou ali ler umas cenas...

2 comentários:

  1. Vais ver que daqui a pouco já tens a tese feita e quando deres por ti, já a defendeste e tás a pensar no Doutoramento... Digo eu, agora, com os nervos, assim de repente...

    ehehehhehehehhe

    Kiss**

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depois disto, sei que vou fazer alguma coisa. Ainda não sei o quê, mas já tenho uma certeza: não vai ter nada a ver com trabalho.
      Talvez uma língua: mandarim! Deve ser um desafio suficiente para mim!

      :p

      Eliminar

Cenas que te passaram pela cabeça, quando leste as minhas cenas!!