quinta-feira, 31 de outubro de 2013

o que é que vais fazer hoje à noite, agridoce?*

Sair do trabalho, voar para lá, jantar com um grupo enorme e matar saudades de alguns! Nem sei ao certo quem vai.
E, uma vez mais, juntar agridoce júnior 1 com malta de outras vidas. É sem stress, já que quem o levou pela primeira vez a um dos cafés ponto de encontro lá do sítio foi aqui a maninha e ele sabe bem o que tem em casa!

Depois, sem nos distrairmos com as horas, isto.

Sim, se virem um preto mágico na A1 a 120 km/h sou eu... Ou não.


* Laurear. Ou como me dizia o J., "andas sempre no arejo!".
:p

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

há lá melhor maneira de começar o dia do que com 3 homens cá em casa

E um berbequim, uma rebarbadora... Que pelos vistos não estava convidada, mas à última da hora foi convocada e já está a dar o seu melhor. Para mim, é fazer barulho!

Da saga "aos poucos a casa vai-se compondo".


terça-feira, 29 de outubro de 2013

aperto de mão

Não é suposto o aperto de mão ser firme?

Pois que saiu daqui um dos meus clientes a queixar-se que eu lhe ia partindo os ossinhos da mão. E que há uns dias atrás também aconteceu o mesmo.

E agora só me dá para rir com a situação!

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

já não falo disto há muito tempo: as lentes de contacto

Depois de experimentar marcas diferentes, cheguei à conclusão que eu e as lentes não nos damos bem para estar o dia todo a olhar para o pc. É muito mais confortável estar de óculos, pelo que a decisão passou por experimentar lentes diárias, que uso quando não trabalho.

Só tenho de me lembrar de uma coisa: gotas com muita frequência. Isso ou stressar na hora de as tirar de tão secas que estão. Pelos vistos as minhas lágrimas não são grande coisa.

E é isto.



quinta-feira, 24 de outubro de 2013

das mudanças

Em 2011, mudei de casa (abril). Mas para que é que uma pessoa precisa de tanta coisa?! Ena, eu tenho isto?

Em 2012, mudei de escritório (março). De onde é que apareceram tantos dossiers?! Olha... 1900 e troca o passo? Já não interessa a ninguém. Reciclagem!

Em 2013, voltei à primeira linha. Em março comecei a levar as coisas aos poucos. Em abril foi de vez.  Perdida no meio de caixotes, dei por mim a dizer que nunca mais mudo de casa. Contudo, a vida já me ensinou que nunca devo dizer nunca.

Cada uma melhor do que a outra...

a chuva, a semana e o fim de semana

Realmente não dá jeito nenhum uma pessoa ter de andar na rua e estar a chover. Era melhor que chovesse quando nós não precisamos de pôr o pé na rua...
 
Ora diz que no fim de semana vai estar sol. E isso dá um jeitão enorme! Já me tinha esquecido do que é ter o estendal cheio de roupa lavada (e molhada, claro!) e não o poder ter na varanda.
 
Posto isto e depois do investimento que vou fazer nos próximos dias lá em casa, estou com uma dúvida existencial... Não tenho máquina de lavar louça. Começo a poupar para ela ou para uma de secar roupa? Temos mais meses de sol do que de frio e chuva... Não lavo roupa todos os dias... Mas lavo louça. E meia volta aparece sempre mais alguém para almoçar, lanchar, jantar... E a minha pele não se dá bem com detergentes. E luvas não dá jeito nenhum...
 
E que o chove, caraças?!

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

daquela cena de amar...


‘"Cause all of me
Loves all of you
Love your curves and all your edges
All your perfect imperfections
Give your all to me
I’ll give my all to you
You’re my end and my beginning
Even when I lose I’m winning
‘Cause I give you all of me
And you give me all of you"




Suri, está melhor assim?!!  ;)

eu não faço anos em outubro, mas...

... aceito o novo álbum destes senhores, sem sacrifício!!!


A fazer figas para que voltem a Portugal em 2014!

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

têm a sensação que o blog era assim?

Por favor!!

Abram bem os olhos! É claro que está muito diferente!

Tanta coisa, tanta coisa e fica quase na mesma. Gaja complicada e indecisa!

isto está em remodelação

Sim, ainda!

Se virem várias coisas diferentes, não se assustem! Sou eu a decidir que, afinal, não gosto!

já deve ter dado para reparar

Ainda não estou convencida!

agri-indecisa

impossível não pensar em ti...

... de cada vez que ouço esta música. Era isto que o nokiazinho tocava quando me ligavas.


em menos de 12 horas...

... voltei a mudar de opinião.

Isto visto num écran maior não me agradava. Vamos ver quanto tempo dura este aspecto.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

e fica assim...

Não mexo mais.

Até quando? A ver vamos!

tempo volta para as férias!

Vi, algures pela net (e se está na net é porque é verdade!), um estudo em que se afirmava que a cerveja hidrata tanto como a água, quando consumida após a prática de exercício físico. E, de repente, percebi porque durante uns 3 ou 4 dias eu praticamente não bebi água. Foram dias a andar a pé, de um lado para o outro... Com pequenas paragens técnicas, para recuperar energias. 



ontem disse-te isto...


... com outras palavras, mas vai dar ao mesmo.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

amanhã é outro dia

E eu tenho ideias de merda de cada vez que me lembro de mudar aqui o aspecto do estaminé.

Não quero que fique assim- But, guess what?! Fiquei sem paciência para isto!

agridoce, a gaja menos paciente neste concelho da beira litoral

o amor é fodido

Ainda não acabei o livro porque tenho andado distraída com outras coisas. No entanto, dou por mim a ler e a pensar que o amor é capaz de nos deixar completamente loucos. Não é novidade, claro que não. A novidade é a perspectiva que tenho ao lê-lo pela segunda vez, passados uns 15 (deve ser isso…)  anos da primeira leitura. 

O amor é louco, doido, desvairado, cego, ingénuo. É arrebatador. Faz-nos descer do céu ao inferno em segundos (ou ao contrário, que eu não sei o que vem primeiro!). Tanto nos faz rir à gargalhada, como largar a chorar (e não, não se aplica a mim uma das passagens que aqui já escrevi). É sentir borboletas no estômago ou um nó no coração. O amor é de extremos. É luz ou escuridão. Razão também tinha o outro: é um contentamento descontente!

Resumindo e concluindo: é fodido! Mas é muito bom!!!!

dos jantares com amigos

Alguém tem de ficar sempre com as sobras... 




terça-feira, 15 de outubro de 2013

ainda bem que não sou vingativa...

Mas está a apetecer-me tanto, mas tanto, ser agri-bitch!!!

ainda bem que o preto mágico...

... só tem 1400 de cilindrada. 

Acho que li (agora não encontro) que quanto mais velho o carro, menor a taxa adicional do IUC.

Ainda bem que o meu carro tem 3 anos e é poluente porque é a gasóleo. Será mais poluente do que um carro a gasóleo com... sei lá, 20 anos? 

Onde raio é que eu li aquilo?


dizem que...

... quem é vivo, aparece!

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

perguntas parvas

"Não era suposto eu ter aprendido alguma coisa com o divórcio?"

A resposta de quem ouviu deixou-me a pensar...

Parece que aprendi a ter noção das coisas e nem tinha noção do quanto aprendi.

E agora só me apetece dizer uma coisa...

Foda-se, agridoce!

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

leituras #7

"As raparigas, depois de chorar, ficam com vontade de fazer amor. É como se tivessem apanhado uma carga de chuva. Ficam todas molhadas. Nós somos a toalha que está mais à mão. O turco maluco com que se embrulham e enxugam. É horrível, não é? Mas só um santo não se aproveitaria."

De facto, é horrível: raparigas malucas, doidas, desvairadas! E, claro, santos!!! Santos do pau oco ficará bem neste post?!

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

leituras #6

Este soneto tem séculos, mas será eternamente verdadeiro!!!



"Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?"


Luís Vaz de Camões




quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Na onda do dar e receber "Se cuidas de mim, eu cuido de ti também"





Obrigada por me teres feito lembrar desta, MS!


leituras #5


"O amor é fodido. Nunca sabemos se estamos a dar ou a receber."

É suposto sabermos? Alguém anda a medir o que dá e o que recebe? Será que é por isso que às vezes cobramos?

terça-feira, 8 de outubro de 2013

sinto-me estranha

O meu cabelo hoje voltou a ficar mais escuro...

Desde maio que não me via assim. 

leituras #4


"Devolve-me a minha vida e o meu tempo. Diz qualquer coisa a este coração palerma que não sabe nada de nada, que julga que andas aqui perto e chama sem parar por ti."

O meu coração, às vezes, prega-me partidas destas...

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

6 meses

Já passaram 6 meses e eu nem dei conta.

6 meses a dar-me bem nesta coisa de viver sozinha.

Sem regras, sem horários... O sofá todo para mim! Sem guerras com o comando da televisão.

Sossego.

Paz.

leituras #3


"Se não fosse o amor, de que poderíamos escrever ou fugir?"

E tantas vezes eu fugi... e escrevi...

leituras #2

"Tudo o que se perde devagar é mais triste por causa disso. Mas eu não queria perder-te mais depressa por causa disso."

os meus dias, segundo a gaja do holter

mousse de chocolate com after eight: a receita!!!!

Babem-se e façam!!!
1 barra de chocolate negro de culinária (mais de 70% de cacau)
6 ovos
4 colheres de açucar amarelo
1 colher de margarina
1 caixa de After eight
1 pitada de sal grosso
Derreter a barra de chocolate, a manteiga e metade da caixa de after eight em banho maria.
Numa taça juntar as gemas e o açucar, mexer até ficar cremoso. Adicionar o chocolate derretido
Noutra taça, batem-se as claras a castelo com o sal.
Mistura-se nas claras a mistura anterior e envolve-se tudo.
Da outra metade da caixa de after eight, parte-se 1/4 aos pedacinhos e mistura-se; o outro quarto serve para enfeitar! 
Vai ao frio umas horas antes de servir!!

Obrigada à Patrícia que me passou a receita!

:D

domingo, 6 de outubro de 2013

a mousse de after eight*...


... de há não sei quantos meses! Receita gentilmente cedida pela Patrícia.
Foi aprovada por todos!

* Ou: devias era ter vergonha na cara por demorares mais de 3 meses a publicar a foto.

leituras #1

"O amor é fodido. Hei-de acreditar sempre nisto. Onde quer que haja amor, ele acabará, mais tarde ou mais cedo, por ser fodido."


sexta-feira, 4 de outubro de 2013

na minha cabeça...

Perguntas e mais perguntas... Sem resposta.

Uma mistura de pensamentos.

Esperar para ver... Sentir. Ou não.

E tanta coisa que quero contar.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

leituras


Li quando andava na universidade (há uns 2/3 anos atrás!). Andava com ideias de o reler. No domingo saltou de uma prateleira e veio parar cá a casa. 

coisas que só eu entendo

Quando alguma coisa é dada por adquirida e, de repente, voltam a dar os dados... 

Baralham-me! 

Mas tudo tranquilo: eu gosto de desafios. De coisas que, à partida, são complicadas. Nunca vou pelo caminho mais fácil, pelo que não dá trabalho.

A vida só tem piada se der luta.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

pois que voltou a acontecer...

Ontem.

Roda chave, roda tampa, puta de sorte e mais o caraças do carro, roda chave, roda tampa, pqp... Vou ter que pedir ajuda. Roda chave, roda tampa, roda tampa, aaaaaahhhhhhhhh! £@§€-se!!!!

Lá fui eu pedir ajuda, armada em parva.

Percebi que estava a rodar a tampa em sentido inverso. Tarde demais, já tinha feito figurinhas... Tristes, claro.

Já não me lembro quando foi a última vez que fui eu a fazer isso... Meter gasóleo, claro. Que a parte das figurinhas é o que é...

terça-feira, 1 de outubro de 2013

e lá em cima...

... já se chora!

E o que preferes, agridoce? Bebé a chorar ou gajos com os copos a entrar no quarto do hostel às 5 da matina, como se fossem 9 da manhã?

Talvez um telemóvel a despertar que põe toda a gente a dar um salto de susto... Cá se fazem, cá se pagam!