quinta-feira, 10 de outubro de 2013

leituras #6

Este soneto tem séculos, mas será eternamente verdadeiro!!!



"Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?"


Luís Vaz de Camões




8 comentários:

  1. F...... passou-se!!

    Eu não sei quem foi que saiu na rifa, mas tu manda-lhe umas trancadas, senão isso não passa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas tu não sabes que eu ando a ler o livro do Miguel Esteves cardoso, O amor é fodido, que ando a copiar para aqui umas frases a que acho piada?! E agora estava a ler mais umas páginas e lembrei-me do Camões. É que o homem tinha toda a razão!! O amor é uma confusão fodida!!!

      Só isso!

      Eliminar
    2. Pois... como é que ele se chama ?

      Eliminar
    3. agri-apaixonada!! :P :P

      a agri tem namorado!! :P :P

      agri-apaixonada!! :P :P

      a agri tem namorado!! :P :P

      agri-apaixonada!! :P :P

      a agri tem namorado!! :P :P

      agri-apaixonada!! :P :P

      a agri tem namorado!! :P :P

      agri-apaixonada!! :P :P

      a agri tem namorado!! :P :P

      agri-apaixonada!! :P :P

      a agri tem namorado!! :P :P

      Eliminar
    4. Mas como é que tu sabes?! É que eu não sei de nada...

      Eliminar
    5. São os sintomas. Quando chegares à minha idade vais ver!! :p

      Eliminar

Cenas que te passaram pela cabeça, quando leste as minhas cenas!!