quarta-feira, 28 de maio de 2014

diálogos em família

- Então e levas que mala?
- O trólei.
- Não levas a vermelha grande?
- Não.
(...)
- Tens de me trazer havaianas. Ficas com espaço no trólei? Quero umas slim, mais umas sandálias...
- Manda para o mail.
Chega outra personagem e diz:
- Traz mas é cachaça!!
- Isso: havaianas e cachaça!

E ainda não bebeu nenhuma caipirinha!

terça-feira, 27 de maio de 2014

quarta-feira, 21 de maio de 2014

curiosidade

depois de ler isto, quantas pessoas (adultas, não as crianças) conseguiriam ter 100 pontos no exame nacional de matemática do 4.º ano?


este condomínio

é maioritariamente benfiquista. o vizinho do sporting viu-se sozinho na reunião.

os gritos do vizinho de cima foram assunto da reunião. percebi que na outra ala há outro vizinho que ainda acorda a chorar muitas vezes durante muitas noites: sorri para o "meu" pequenino e disse-lhe "gosto tanto de ti!". foi nesta altura que me falaram do "entalanço" em que vou ficar daqui a uns meses...

então e quanto é que vamos pagar? baixou a quota? sim! ok, contas aprovadas, siga!

assuntos do condomínio: 20 minutos deve ter sido muito... galhofa, conversa e muitas gargalhadas: mais de 1 hora!

eu não devia ouvir isto enquanto conduzo # 2




Tantas vezes a ouvi, sob o céu estrelado do alentejo...


terça-feira, 20 de maio de 2014

segunda-feira, 19 de maio de 2014

eu não devia ouvir isto enquanto conduzo # 1


eu não devia ouvir isto enquanto conduzo - vai chamar-se assim

gosto de conduzir, de ter a estrada só para mim... de ser só eu, o carro e a música demasiado alta, tão alta que não me ouço a pensar.

tem dias (e noites) que uma das maneiras que encontro para acalmar é pôr o rádio no máximo e acelerar*... e há músicas que não deviam passar na rádio enquanto eu estou a conduzir. sim, a culpa é da rádio, que eu sei muito bem o que a casa gasta e só entram no carro se for pela rádio. 

*agri-acelera. tenho a fama e o proveito.

sabem aquelas pessoas...

... para quem nunca alguma coisa está bem, do tipo se chove é porque chove, se está sol é porque está sol, se é cinzento é porque é cinzento e não azul, se é azul é porque é azul e não cinzento?

... para quem está tudo mal, mas o mal está sempre nos outros e nunca nelas próprias?

... que dão cabo dos outros porque esses outros fazem sempre tudo ao contrário?

telefonema de hoje, a reter:

- puta que pariu, parece o outro. a culpa é sempre dos outros, os outros é que estão mal...

- nunca te disse, porque não tinha de o dizer, mas muitas vezes pensei que o melhor era cortar o mal pela raíz. 

se alguém adivinhar as personagens... sei lá, digo a minha data de nascimento?!

do fim de semana

não foi só trabalho.
 
começou com uma caminhada noturna de 13 km, com chegada a casa perto das 2 da manhã. sábado tudo ok, umas dorzitas aqui e ali, nada de especial. meia manhã e toda a tarde dediquei-me ao trabalho.
 
à noite, bem era já de madrugada, apanhei o 50/50 na rtp1. raios me partam. conjugação de cenas na minha cabeça, mais semana de merda, mais filme: choradeira!
 
domingo, ainda na cama, lá por essas 11 da manhã: "ai que eu não me mexo...".
 
ontem à tarde, telefonema, que não deu para grandes conversas porque alguém estava a trabalhar: "olha lá, hoje estou que não me mexo! e tu?!". Pelos vistos não fui a única.
 
alguém se oferece para tarefas domésticas?

sábado, 17 de maio de 2014

coisas que eu faço a um sábado

trabalhar. aproveitar o silêncio, os telefones que não tocam, as pessoas que não aparecem...

avançar com coisas que tenho de terminar até 30 de maio, para poder ter o próximo fim de semana só para mim... para poder desaparecer do mapa numa tarde desta semana.

facebook

pessoa X está a sentir-se whatever e um smiley...

qual é o objetivo?

sexta-feira, 16 de maio de 2014

tem dias

que me apetece mudar de vida.
 
e no mês de maio isto acontece dia sim, dia não.
 
falta menos de uma semana para ficar mais velha. pqp.
 
maio: mês em que agri-júnior 1 recebeu proposta para trabalhar fora durante 2 meses. oportunidade irrecusável. agri-mana orgulhosa. já aconteceu alguma coisa boa.

domingo, 11 de maio de 2014

há por aí alguém que...

... tal como eu, se lembra de quando o Pedro Mourinho apresentava o Caderno Diário?

Parece que foi há séculos.

afinal não...

um dos vizinhos enfiou a carrinha na garagem, tem o portão comum aberto, o rádio ligado e está a aspirar a viatura...

e o preto mágico que precisa tanto de ser aspirado.

era mesmo isto que faltava

alguém na vizinhança a ouvir adele...

a sério? música para cortar os pulsos?

wtf #3

Contei ao agri-gajo aquilo do sonho.

Quando dei por mim, estava ele a debitar nomes que gosta...


alguém?

pode ir ver se a máquina já terminou de lavar, estender a roupa e, já agora, dar um jeito ao resto da casa?


sábado, 10 de maio de 2014

hoje foi dia de reencontros

Começou na faculdade onde fiz o mestrado.

Para além da companhia do dia ter sido uma das amizades que ficou do mestrado, encontrei no mesmo evento um dos colegas da pós-graduação.

Depois do evento, eu e a gaja do holter (se quiserem saber quem ela é, posts de fevereiro, março de 2013, da altura em que estávamos a acabar aquela coisa chamada tese) fomos dar nas tripas (post abaixo deste) e quem é que encontrei? Uma amiga do secundário!! A do casamento de agosto (também teve aqui post!).

Entretanto, no mesmo sítio, encontro uma das raparigas com quem fiz a formação para o CAP, com quem também me fiquei a dar bem, e que também conhece o casal do casamento de agosto (aliás, estivemos juntas no casamento e ficámos surpreendidas a olhar uma para a outra, do tipo "mas o que é que estás aqui a fazer?").

Às tantas disse a gaja do holter: "não estás a precisar de amigos novos?", que é como quem diz "vais fazer cursos só para conhecer pessoas!". Sim, ela e outra amiga minha (que conheci na pós-graduação e que até é minha vizinha, que vem cá a casa e eu a casa dela) criaram esta teoria!

não te queixes no dia em que fores à balança...

veneno bom, mas bom, para matar saudades...

não foi nem em Aveiro, nem na Costa Nova. soube bem e isso é que interessa.


p.s.: eu sei! a foto está ao contrário, mas o blogger já me está a deixar stressada...

sexta-feira, 9 de maio de 2014

estava eu aqui a pensar há mais de 1 hora

vou enviar uma sms ao agri-gajo. não cheguei a enviar.

agora o gajo liga-me com aquela voz de que se passa alguma coisa. e passa mesmo.

agora não me resta alternativa senão esperar por notícias e torcer para que seja nada...

quinta-feira, 8 de maio de 2014

...


wtf #2

Ontem, telefonema com um dos meus melhores amigos.

"Sonhei que tinhas ligado para dizer que estavas grávida."

Resposta à agridoce:

Fooooooooooda-se, também tu?!

não sei o que se passa

mas só tenho vontade de dormir...

já mandei cafeína para dentro e, ainda assim, continuo devagar, devagarinho...

terça-feira, 6 de maio de 2014

maio

precisava que fosse um mês maior...

precisava que um dos sites que mais uso a nível profissional funcionasse em condições... e não, não deixo tudo para a última hora.

precisava de estar mais perto dela e da mini...

precisava que a minha avó de 87 anos percebesse que tem uma depressão grave, que não desse cabo da minha mãe, que tomasse a medicação sem questionar todas as vezes porque é que está a tomar aquele comprimido, que não dissesse que a neurologista deu cabo dela, que metesse na cabeça que não está em condições mentais de decidir o que quer que seja, que o melhor era os filhos o fazerem por ela, que não inventasse problemas onde não os há, que fizesse a chantagenzinha psicológica com a minha mãe à minha frente, dos meus irmãos ou do meu pai... que o meu tio a viesse visitar, porque quem atura a choradeira é a minha mãe... preciso de me controlar para não discutir com ela e dizer-lhe das boas, que não aquecem nem arrefecem porque o meu irmão está farto de o fazer e vai dar ao mesmo... por um lado, ainda bem que já não estou a viver em casa dos meus pais... por outro, vejo a minha mãe a ficar louca...
 
precisava que o agri-gajo também estivesse mais perto de mim... mania de arranjar gajos que estão longe. não aprendo.
 
precisava de não fazer anos, que ando a bater (um bocado mal) com esse número tão redondo, precisamente a meio, que daqui para a frente isto só se aproxima dos 40... mas não deve ser nada.
 
tirando isto, está tudo bem.
 
vou mas é trabalhar.

segunda-feira, 5 de maio de 2014

e também já foi...

Se me aparecem à frente de mota, com um capacete suplente é porque querem que eu o use, certo?

agri-gajo ficou surpreendido. Achou que eu ia dizer que não, que não iria confiar nele.

Passeio à beira-mar para começar. Pronta para a próxima!