terça-feira, 6 de maio de 2014

maio

precisava que fosse um mês maior...

precisava que um dos sites que mais uso a nível profissional funcionasse em condições... e não, não deixo tudo para a última hora.

precisava de estar mais perto dela e da mini...

precisava que a minha avó de 87 anos percebesse que tem uma depressão grave, que não desse cabo da minha mãe, que tomasse a medicação sem questionar todas as vezes porque é que está a tomar aquele comprimido, que não dissesse que a neurologista deu cabo dela, que metesse na cabeça que não está em condições mentais de decidir o que quer que seja, que o melhor era os filhos o fazerem por ela, que não inventasse problemas onde não os há, que fizesse a chantagenzinha psicológica com a minha mãe à minha frente, dos meus irmãos ou do meu pai... que o meu tio a viesse visitar, porque quem atura a choradeira é a minha mãe... preciso de me controlar para não discutir com ela e dizer-lhe das boas, que não aquecem nem arrefecem porque o meu irmão está farto de o fazer e vai dar ao mesmo... por um lado, ainda bem que já não estou a viver em casa dos meus pais... por outro, vejo a minha mãe a ficar louca...
 
precisava que o agri-gajo também estivesse mais perto de mim... mania de arranjar gajos que estão longe. não aprendo.
 
precisava de não fazer anos, que ando a bater (um bocado mal) com esse número tão redondo, precisamente a meio, que daqui para a frente isto só se aproxima dos 40... mas não deve ser nada.
 
tirando isto, está tudo bem.
 
vou mas é trabalhar.

6 comentários:

  1. Também faço anos em maio... e não gosto deste mês... vamos ver como corre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo menos uma coisa vai correr: vamos ficar mais velhas!

      :p

      Eliminar
  2. Essa parte da família é-me familiar. Muita sorte :/

    ResponderEliminar
  3. pois, o mês de maio...eu queria simplesmente que deixa-se de existir...e malditos "entas", cada vez mais próximos!

    ResponderEliminar

Cenas que te passaram pela cabeça, quando leste as minhas cenas!!