segunda-feira, 30 de junho de 2014

da vida

estou para aqui com um nó no coração, no estômago... enfim, por todo o lado.
 
os últimos dias têm sido vividos com um misto de emoções e sentimentos.
 
e, de vez em quando, lá vem a vida (e a morte) lembrar-nos que não somos invencíveis, muito menos imortais. somos nada...
 
hoje o meu dia terminará no funeral... de uma criança.
 
Deus, eu não te costumo chatear... mas vê lá se podes, de alguma forma, dar conforto aquela família...

domingo, 29 de junho de 2014

se alguém os vir

não sei onde enfiei a merda dos óculos...

confesso que já fiquei a olhar para a roupa às voltas na máquina.

sábado, 28 de junho de 2014

há dias assim...

Levantar tarde, deambular pela casa... fazer os mínimos.

Sentir o que não quero sentir... Pensar que o melhor é arranjar companhia e dar uso ao cartão daquela empresa que tem um logotipo que parece um prato às ricas e ir ao cinema.

Mais logo, 2 bilhetes para o Homem Duplicado.

48?!

Isto está quase a chegar aos 50 seguidores...

sexta-feira, 27 de junho de 2014

uma das coisas realmente boas desta semana

Na 3.ª feira estava a chegar ao escritório e vejo que o meu vizinho de cima, o louro de olhos azuis, caminhava na minha direção.
 
Disse-lhe bom dia e esperei. Assim que se aproximou de mim e, estando eu a jeito, deu-me um abraço, assim daqueles bem apertadinhos, com os dois braços à volta do meu pescoço.
 
Este meu sobrinho emprestado está cada vez mais giro e querido, do alto dos seus 2 anitos! Não abriu a boca, mas aquele abraço...

quarta-feira, 25 de junho de 2014

há sempre uma primeira vez para tudo

À (minha) frase "isto nunca aconteceu", a resposta foi:
 
- "Aprendemos a andar quando somos pequenos e, ao longo da vida, também caímos. Há sempre uma primeira vez para tudo."

Ui... Alguém não gostou que me tivesse queixado.
 
Pois há, há. O gajo até tem razão, mas não foi ele que saiu de lá com dois pensos, um em cada braço. Não foi no braço dele que espetou a agulha e não acertou com a veia.



quinta-feira, 19 de junho de 2014

quarta-feira, 18 de junho de 2014

serei só eu?

Hoje estava a espreitar o facebook e vejo que uma das minhas vizinhas acabara de postar uma fotografia da filha mais velha.
Até aqui tudo mais ou menos bem...

O que é que me caiu mal? A cachopa tinha acabado de ser operada e a mãe achou que devia postar no facebook uma fotografia da filha, deitada numa cama de hospital, ainda sob o efeito da anestesia.

Isto caiu-me tão mal, mas tão mal... E ainda me surpreendi quando dei conta que aquilo tem carradas de comentários, de outras mães, a desejar rápidas melhoras...

Anda tudo doido ou sou eu que ando alienada da realidade?!

segunda-feira, 16 de junho de 2014

cenas

eu, despistada, até já tinha comentado com agri-mãe que a coisa estava a correr bem, desde que estava a viver sozinha.
mas valia ter estado calada.
no espaço de mês e meio, duas barracadas. hoje foi a segunda, que obrigou a uma vinda propositada aqui ao palácio para me safar.

quinta-feira, 12 de junho de 2014

atravessa-me a mente nos últimos dias

tatuagem.

sim ou não? estou doida? onde? o quê?

colegas de curso e licor beirão

Tenho colegas de curso que trabalham em bancos e alguns deles são gestores de empresas. Meia volta recebo telefonemas a pedir ajuda com coisas que lhes chegam às mãos, que são da área à qual me dediquei.

Há pouco, recebo telefonema inesperado. Um dos meus colegas telefonou a outra colega, pediu ajuda e ela deu-lhe o meu número e as indicações todas que havia a dar.

Depois de perceber com quem estava a falar, foi mais ou menos isto:
- agridoce, a valer uma garrafa de licor beirão...

Tenho de começar a mudar o pedido.


quarta-feira, 11 de junho de 2014

faz sentido?

Carro na garagem. Garagem, não é aparcamento.

Portão fechado.

Carro trancado e fechado. Nem os vidros ficam abertos.


quinta-feira, 5 de junho de 2014

ideias (parvas)

Desde manhã que estou a tentar falar com um amigo: telefonemas e sms. Nada.

A última sms que enviei dizia "vou atirar-me da ponte abaixo." Sem sucesso.

Há pouco estava a falar com o agri-gajo e disse que já sabia qual era a próxima mensagem.

É capaz de resultar... Já que ele foi o tal que andou a sonhar com isso.

quarta-feira, 4 de junho de 2014

misturem tudo, que não me apetece escrever muito

irmão.
país do mundial.
proposta de trabalho.
foi.
facebook.
fotos.
sacana do puto.
dor de cotovelo.
fim do mundial: regresso.
cachaça. havaianas.
livra-te de vires de mãos a abanar.

eu achava que sim...

... que junho ia trazer-me dias (mais) calmos.

Onze da noite e eu a ler coisas que não interessam nem ao menino Jesus (não é aquele que acardita!), mas a mim, pelos vistos, interessam...

Descanso: precisa-se com urgência.