sábado, 30 de maio de 2015

eu disse que era antes de almoço...

e pronto! já sou tia!!!

tinha a minha vida organizada...

acabava o trabalho de manhã e à tarde ia, literalmente, para os copos (prova de cervejas) com a minha malta.

às 8:15 da manhã recebi uma sms que já não me deixou dormir mais. estou no escritório mas a minha cabeça não. a minha mãe já teve um ataque de choro, está super ansiosa e eu, que estava calma, depois de falar com ela estou para aqui a olhar para umas contas e não vejo o que quer que seja.

com sorte, agri-niece está cá fora antes da hora de almoço.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

disto de mudar de vida

um dia passo-me de vez...


Há maneiras estranhas de acalmar

Noite, estrada, música mais alta do que os meus pensamentos... 

À medida que a distância de casa diminui, o volume vai baixando e a velocidade também. 

Como se a viagem tivesse sido sempre feita com a mesma calma com que entro na minha rua. 

quarta-feira, 27 de maio de 2015

noite 2

este ano a coisa correu-me um bocado mal...

2.ª noite a fazer horas extraordinárias. 

domingo, 24 de maio de 2015

foi o primeiro fim de semana de maio em que não meti os pés no escritório

ontem o dia foi para apoiar os manos, no jogo da final. de quê? então, de futebol. sempre disse que a malta é doente da bola. aproveitei e fui passear a um sítio onde não ia há anos, mas do qual gosto bastante. e depois fui vê-los a levar: pancada e golos. 

hoje o dia foi para os amigos. entre muitas coisas, andamos no meio da natureza. 


há dias que me preenchem o coração e a alma... este fim de semana foi assim!

quarta-feira, 20 de maio de 2015

de alguns segredos do shiuuuu

se não são felizes nos vossos casamentos, se voltariam atrás no tempo e recusariam pedidos de casamento, se olham para a outra pessoa e o que sentem é nada...

já ouviram falar em divórcio???

ah, espera... e ter de dizer ao mundo inteiro, ter a família a perguntar porquê, ficar sem um carro, viver com menos, ter medo das perguntas dos outros... tentar ser feliz, enfrentar o receio da solidão? 

sim, realmente mais vale ser infeliz o resto da vida. e manter a vida de fachada.

domingo, 17 de maio de 2015

conversas

cenário: bancadas de um qualquer pavilhão gimnodesportivo de Portugal.

hora: após final de jogo de futsal, já com bancadas praticamente vazias.

intervenientes: agri e agri-mãe.

- mas o que é que o gajo queria?
- pedir desculpa.
- de quê?
- sei lá, de alguma caralhada qualquer que mandou durante o jogo.
- o que é que tu disseste?!!!

alguém adivinha as minhas falas e as da minha mãe?!

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Boneca, anda cá ver isto!

Na mesma semana dois desafios! A culpa deste é da Boneca. Qualquer coisa, reclamem com ela!

Pelos vistos, devia falar sobre mim. Já expliquei no post anterior o motivo pelo qual não o faço.


Vamos lá a isto.


Cidade Portuguesa Preferida? 

Aveiro.

Avião ou Barco? 
Avião.

Peça Preferida : Saia, calças ou vestido? 
Calças.

Se eu ganhasse o euromilhões... 
Resolvia a vida a muita gente. Dava a volta ao mundo.

Salto alto ou raso? 
Raso.

Flor preferida? 
Não acho piada a rosas. Tulipas, gerberas, margaridas.

Fruta preferida? 
Só uma? Melancia, cerejas, morangos...

Humor ao acordar? 
Deixem-me acordar em paz...

Bebida preferida? 
Água? Pronto... Licor Beirão. Gin. 

O que gostavas mesmo, mesmo de experimentar? 
Assim de repente? Conduzir a alta velocidade numa pista, sem risco de ser fotografada por umas coisas chamadas ProVida... 


Esta coisa dos "preferidos" para mim sempre foi muito complicada...

para ser diferente

então, este fim de semana, o que vais fazer, agri?

trabalhar.

este mês de maio dá cabo de mim...

quarta-feira, 13 de maio de 2015

desta vez foi o Tomates que me lixou...

(com um título daqueles, é para desconfiar...)

depois da Linda Porca, eis que o Tomates e Grelos resolveu desafiar-me. 

supostamente teria de dizer 11 coisas sobre mim (já disse), responder a 11 perguntas que ele fez e deixar o mesmo número a 11 felizes nomeados (já fiz). 

vou responder só às perguntas dele, para lhe mostrar que, quando quero, consigo desviar assunto. ou não. veremos.

1 – Preferes chupar ou lamber?
depende... fico sempre com a sensação que se lamber ou chupar um gelado, por exemplo, haverá sempre uns olhares na minha direcção. 

2 – Gostas mais sentada ou deitada?
Não dá muito jeito responder a desafios, escrever no computador, deitada. 

3 – Já te filmaste a foder?
Na minha cabeça faço muitos filmes, realmente faço.

4 – Já te viste a foder?
Já pois: já me vi a foder o carro, o pc, telemóveis contra paredes, copos contra o lava louça, pessoas com o meu mau feitio... acho que nunca disse que o roupeiro do meu quarto é todo em espelho. só para saberes pormenores da minha casa.

5 – Qual o diâmetro (aproximadamente) do maior pénis que te penetrou?
Não costumo andar com réguas atrás... 

6 – Qual o comprimento (aproximadamente) do maior pénis que te penetrou?
Sabes aquela história de que as gajas não conseguem estacionar porque sempre lhes disseram que ------------ eram x (não me lembro) centímetros?

7 – Qual a frequência ideal para ter sexo, em vezes/semana?
Tantas quantas quiseres!

8 – Qual o número máximo e simultâneo de pessoas com quem tiveste relações sexuais?
Também contamos com os que lá estariam em pensamento?

9 – Já te envolveste sexualmente com uma mulher?
Já imaginaste que uma de nós, das tuas nomeadas, pode ser lésbica e que esta pergunta não faria qualquer sentido? Porque não escreveste "... um/a homem/mulher?"

10 – Para onde me levavas e uma vez chegados, o que é que me fazias?
Pergunta difícil. Levava-te a um sítio público qualquer... para ser mais fácil sair. Abandonava-te, está visto...

11 – Como é que me imaginas fisicamente? 
No mínimo com 1 metro de oitenta. De altura, claro.

Tomates: e que tal responderes às tuas perguntas lá no teu blog?!


sábado, 9 de maio de 2015

daquilo dos U2 virem cá no próximo ano

- agri, para o ano vais ver o concerto dos U2?

- já tinha pensado nisso.

- quero ir contigo. atenta aos bilhetes.

o título do post também poderia ser: como a minha mãe ainda me surpreende.

sexta-feira, 8 de maio de 2015

hoje tive reunião de condomínio

fiquei a saber que na rua tem havido assaltos a carros. quer dizer a um modelo específico: opel corsa mais antigo. alguém anda a precisar de peças.

aquele vizinho do prédio da frente, o que fala aos gritos, que me obriga a fechar as janelas nas noites de verão (já falei sobre isto), passa a vida a trocar de mulher. e mete-se com a vizinhança toda. até já pediu ao meu vizinho de cima se lhe ia abrir a porta com uma radiografia... 

este pequeno condomínio já assistiu a casamentos, nascimentos, putos com carta, putos na universidade. também já assistiu a divórcios e parece que vem mais um... 

também fiquei a saber que um dos vizinhos, polícia, já foi chamado a um prédio por causa de uma discussão entre vizinhos. motivo? um cão de louça. eu e outra vizinha cantamos logo Rouxinol Faduncho!

este condomínio é pequeno. até hoje, nunca nos desentendemos, nunca houve confusão, nem telefonemas à polícia. as nossas reuniões acabam sempre à gargalhada. espero que assim continue.

isto é que é confiança. ou preocupação.

trim, trim, trim... estava a dar na cafeína, não dei conta do telelé tocar. estava sem som. se calhar foi por isso.

uns minutos depois, duas chamadas.

agri-júnior 1 e agri-gajo têm o mesmo nome e aquilo ia correndo mal. ligo para o primeiro que aparece e nem dei conta do que estava a fazer.

o diálogo foi este:

- (a pensar que estava a ligar para agri-gajo) então, tinhas ligado?

- onde é que estás? já está em terra xpto?

- (é pá, este é o agri-júnior). sim, porquê?

- está um preto mágico capotado à saída de terra abc e  acho que as letras da matrícula são XY.

- à saída?

- sim, à saída para ti. e bem capotado que ele está! pronto, está tudo bem, então. até logo, beijinhos.

- xau, beijo.



segunda-feira, 4 de maio de 2015

decidi ficar quietinha...

depois de ter espetado com o portátil no meio do chão, estava decidida a ver um filme.

ah e tal, tabuleiro com o jantar na mão, gaja a olhar para a televisão, copo a inclinar-se, mão a tentar equilibrar o tabuleiro, outra a tentar apanhar o copo, ai que vou ficar sem o jantar estatelado no chão...

tenho a carpete da sala ensopada em sumo. antes isso do que em vinho tinto. devia custar mais a sair.

agora estou sossegada a olhar para a tv. a tentar não dar cabo de nada...

algum dia tinha de acontecer

deixei cair o portátil...

tive uma sorte do genital masculino!!

funciona, está inteiro... ufa!! até deixei de respirar por uns segundos.

se está no facebook é porque é verdade

só porque a mãe da minha sobrinha pinta umas fraldas por encomenda, que partilha no seu facebook, e porque uma era para uma Matilde, a minha prima, que está a milhares de quilómetros de nós, que não fala com o meu irmão, disse à minha tia que a minha sobrinha se vai chamar... Matilde.

o que tem mais graça? os pais da minha sobrinha não abrem a boca.

ontem o meu irmão ainda me disse: "a princesa já nasceu e também não sabes!".

realeza, portanto!


domingo, 3 de maio de 2015

chamem-me insensível (em menos de uma semana, já vou na segunda vez)

hoje, com estes dois que a terra há-de comer, ou o forno queimar, vi:

- a menos de 1 km do local do atropelamento mais falado do dia, dois peregrinos a atravessarem a estrada num local com um separador central de betão; eram praticamente 8 da tarde;

- a uns 3/4km, a mesma coisa: um grupo e um separador central de betão, por volta do meio dia e meio.

tudo a saltar barreiras!

este ano ainda não tive de ir quase na outra faixa, em contra mão, para deixar espaço para os peões porque vão aos 3 e 4, ou mais, lado a lado, em amena cavaqueira.

lamento profundamente o que aconteceu nesta madrugada de sábado.

tem dias que parece que os peões se esquecem de onde vão.