sexta-feira, 27 de novembro de 2015

planos para este serão

tenho uma gaja na cozinha a fazer o jantar.

estou sentada no sofá... com um saco de água quente nas costas. nunca tive uma dor de costas assim...

também ali estão umas garrafas de vinho. para anestesiar...


segunda-feira, 23 de novembro de 2015

não é tão radical, mas...

ando a dar uma volta pelos posts antigos, já que a minha vontade de trabalhar é tão grande como a de, sei lá, cavar terra, coisa que nunca fiz na vida.

e bati neste post. diz que é uma tatuagem. mas só ficará à mostra de toda a gente lá mais para o verão, quando passar a usar calçado que não botas.

quer dizer... tirando a hidroginástica. e quem anda na hidroginástica? agri-mãe. já estou a imaginar! 

(só para que conste: gargalhadas!!)

terça-feira, 17 de novembro de 2015

serei normal?

ontem uma amiga perguntou, por sms, se podia ligar.

"espera. deixa só acabar de ouvir uma música dos muse e já te ligo."

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

de vez em quando passeio-me pela casa de saltos altos

se bem que nos últimos dias não tenho ouvido a loja do mestre André, nem os passarinhos a bailar...

apetece-me. só para se lembrarem que no andar de cima há gente.

sábado, 14 de novembro de 2015

deste mundo

confesso que esta noite, ao deitar-me, dei por mim a pensar se podemos dormir descansados...

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

o meu irmão vai formatar o meu pc

e ando a certificar-me que não fica qualquer vestígio da existência do blog.

ainda me vai escapar alguma coisa. de certeza.

terça-feira, 10 de novembro de 2015

a sério?!

hoje recebi, melhor, a patroa recebeu, uma candidatura expontânea.

...
...
...
...

deves ter lido mal. vai lá ao email outra vez.

não. foi mesmo uma candidatura expontânea.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

se fossem a vizinha...

abrem a porta do prédio a um gajo, que tocou no esquerdo em vez de tocar no direito, a pensar que era o vosso irmão. abrem a porta de casa e ficam à espera. 

aparece um gajo com ramo de flores na mão, que toca na campainha do direito, e vocês à porta à espera, do vosso irmão.

nisto, a gaja do direito abre a porta, com copos de vinho na mão. 

e o cenário fica este: vizinha do esquerdo à porta, gajo com ramo de flores, gaja do direito com copos de vinho na mão. 20:30 de um sábado.

qual o filme que vocês faziam se fossem a vizinha do esquerdo? 

ah! o gajo, ainda por cima, trazia um saco na mão.